Pilot estende patrocínio à Ponte até dezembro: multinacional é atraída por tradição, administração séria, competitividade do time e calor da torcida

 

Fotos:PontePres/FábioLeoni

“Por que patrocinar a Ponte Preta? Pela tradição, pela seriedade da administração – que inclusive já trouxe outros patrocínios japoneses – e pela competitividade do time nesta vitrine do futebol que é o Campeonato Brasileiro. Por isso estamos muito felizes em assinar com a Ponte até o final de dezembro." Com estas palavras, o diretor administrativo-financeiro da Pilot Pen no Brasil, Claudio Ogura, resumiu na última semana a razão para transformar um patrocínio pontual de três partidas em um compromisso até dezembro deste ano.

Aliás, talvez até mais longo. Impressionado com as qualidades da instituição  também com a paixão dos torcedores. Ogura deixa em aberto até mesmo a possibilidade de algo mais para o ano que vem. “Estamos muito felizes e espero que a parceria continue por um bom tempo Esse calor da Ponte Preta fez com que nós agilizássemos esse contrato atual e acredito que esse casamento será muito duradouro", diz.

Ele conta que a multinacional de origem japonesa nunca tinha investido no esporte antes. “Decidimos abraçar a ideia de investir no futebol e tudo convergiu pra virmos à Ponte Preta. A tradição centenária da Ponte é um ponto importante para nós, além da administração séria que ela tem, o fato de ser um time muito competitivo, que disputa um campeonato de vitrine com muita competência", enfatiza.

Aliás, vale lembrar que no mesmo dia em que a Pilot anunciou a extensão do contrato, a Macaca goleou o Santa Cruz por 3 a 0, o que inclusive gerou um post brincalhão na Internet: “Quem tem Pilot Pen não precisa de grafite.” E como a empresa viu tudo isso? “É a nossa primeira experiência no futebol e o que temos sentindo é que já nesse início tem sido muito gratificante”, pontua Ogura.

Diretor presidente da Pilot Pen do Brasil, o executivo japonês Masami Moramatsu, também acredita em um futuro de bons frutos entre a Macaca e a empresa. “Embora o país esteja passando por um período difícil, nós gostamos muito daqui e acreditamos no Brasil. Em 2018, a Pilot completará cem anos e estamos aqui há 62, sempre com muito trabalho e dedicação”, pontua.

No que depender dele, a união com a Ponte pode ir mais longe. “Gostaria e vou me esforçar para que a Pilot continue investindo no futebol, principalmente na Ponte Preta, e estou muito feliz em ver nossa marca estampada em uma camiseta tão linda como a da Ponte”, finaliza.

Para o co-diretor de marketing Eduardo Porto, a parceria tem tudo para caminhar bem. “Assim como a Pilot, nós estamos entusiasmados com a oportunidade de unir duas marcas tão tradicionais e de qualidade. Estou certo que o patrocínio já está trazendo bons frutos a todos e vamos trabalhar duro para que traga ainda mais alegrias”, diz.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS