Paulista SUB20: Ponte perde jogo de ida e quer vencer o Santos no Majestoso para ir às semifinais

Foto: PedroErnestoGuerraAzevedo/Santos

 

A Ponte Preta perdeu por 2 a 1 para o Santos no primeiro jogo das oitavas de final do Paulistão SUB20, mas ainda pode ficar com a vaga das semi. Para isso, terá que vencer o adversário no duelo marcado para quinta-feira (25), no Majestoso: uma vitória por mais de um gol de diferença garante a Macaca na próxima fase (no caso de apenas um gol, a decisão será nos pênaltis).

O resultado do jogo desta tarde de sexta-feira (19), no Centro de Treinamento Rei Pelé, em Santos, não condiz com a partida. A Macaca que abriu o marcador aos 15 minutos da primeira etapa com Matheus Alisson, mas encontrou dificuldade de manter o bom futebol comprometido pelo excesso de chuva e o gramado encharcado. Na segunda metade, também sofreu com o excesso de faltas sofridas, a maioria delas não assinalada pela arbitragem.

O jogo

A partida começou truncada, com a Ponte Preta buscando espaços entre a marcação adversária, principalmente pelas extremidades – com Bruno José e Matheus Alisson. Aos 9′, Igor Maduro fez bela jogada individual, pela esquerda, passou pela marcação e próximo da linha de fundo fez o cruzamento, mas a bola sofreu o desvio e Amaral acabou bloqueado na tentativa do rebote.

Mas aos 15’, após jogada da esquerda, Bruno José recebeu na meia lua, limpou da marcação e passou para Matheus Alisson , que trouxe para a perna direita e bateu cruzado para abrir o placar com um golaço. 1 a 0. Aos 28′, em jogada pela meia direita, Bruno José chegou em velocidade e num corte providencial a defesa evitou que o atacante ampliasse o marcador. Nos 32′, Bruno José recebeu na direita, dominou e passou para Cauê que colocou na área, mas a defesa conseguiu afastar pelo alto. No rebote, Felipe tentou finalizar, mas acabou sendo deslocado e a arbitragem nada marcou. Aos 43′, o Santos chegou com perigo, após cobrança de falta na área, mas Gabriel subiu e fez a defesa.

Segundo tempo

E a Macaca já começou a segunda metade buscando a ampliação do placar. E no primeiro minuto, pela esquerda, Matheus Alisson lançou Felipinho no fundo que dominou e colocou na área, mas o goleiro Breno saiu e fez a defesa. Porém, aos 3′, após cobrança de falta na área, o zagueiro Gustavo subiu e de cabeça deixou tudo igual, 1 a 1.

Aos 16′, numa jogada em velocidade pela esquerda, o ataque do Santos cruzou na área, a defesa cortou, mas no rebote Rwan conseguiu finalizar, 2 a 1. Nos 26′, Diogo recebeu e avançou pela intermediária, mas acabou escorregando na hora da finalização. Na sequência, Igor Maduro passou para Matheus Alisson que costurou a defesa, numa bela jogada, e devolveu para Igor Maduro que estava de costas, na área, que conseguiu dominar e finalizar, mas a bola explodiu na defesa que afastou.

A partir daí a bola não rolou mais, tanto pela dificuldade dos jogadores em permanecerem em pé, quanto pela arbitragem que insistia em não marcar faltas a favor da Macaca, como a sofrida aos 49’, próxima da grande área, em jogada de velocidade de Diogo. Além de não marcada, a falta levou à expulsão do técnico Eduardo Abdo, que reclamou da arbitragem.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS