Elenco treina neste sábado e jogo da Copa do Brasil é marcado para 7 de maio; sem muitas chances no Paulista, volante Paulinho mira recuperação física para conquistar seu espaço na equipe da Ponte

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

A Ponte Preta treinou na manhã deste sábado e se há um jogador que tem dado ainda mais valor aos treinamentos esse é o volante Paulinho, que não teve vida fácil nos primeiros meses de 2015. Desde o início da pré-temporada o atleta sofreu com alguns problemas físicos. Recuperado, ele agora quer que as contusões, assim como a eliminação do Paulistão, fiquem no passado. O foco é ficar cada vez melhor e ajudar a Macaca alcançar grandes objetivos.

“Na minha pré-temporada eu peguei uma gastrite nervosa, voltei e depois não tive sequência, pois tive uma lesão no posterior da coxa. Mas a respeito da Ponte Preta eu avalio que a equipe fez um bom campeonato, infelizmente o auxiliar não foi feliz no lance do nosso gol nas quartas, pois se fosse confirmado o 1 a 0, mudaria a história da partida. Mas temos que olhar para frente, temos uma viagem agora a fazer, temos a Copa do Brasil e o Brasileiro pela frente. Primeiro pensar em levar a Ponte o mais longe possível e almejar coisas grandes dentro da competição”, diz o atleta, que quer conquistar sua chance no time principal.

“Claro que quando você tem problema de lesão você dá um passo atrás. Consequentemente os que ficaram no time titular estão à frente. Mas com certeza o Guto está de olho também nos considerados reservas e eu vou buscar meu espaço”, afirma o volante, que diz o que projeta para a Ponte no Campeonato Brasileiro.

 “O Brasileiro sempre é muito difícil. Não tem tempo para respirar e não pode ficar lamentando se perde algum jogo. Acho que o lugar da Ponte é na Série A e não pode ficar oscilando. Vamos buscar fazer a Ponte Preta ficar na Série A, alcançar uma Sul-Americana ou Libertadores. Esses tem que ser nossos objetivos e nossos sonhos”, confia Paulinho.

Primeira viagem internacional

No próximo dia 2 a Ponte tem uma partida amistosa contra o Orlando City, nos Estados Unidos, e Paulinho, que ainda não saiu do Brasil, está com boas expectativas. “Depois que o Kaká foi para lá nós acabamos acompanhando um pouco. Mas eu nunca viajei para fora, se eu for será a primeira vez e espero que seja uma experiência muito boa”, revela o atleta, que, mesmo sendo um jogo que não vale pontos, vai buscar dar o seu melhor.

“É só um jogo amistoso, mas quando eu entrar em campo eu vou me doar ao máximo, buscar dar meu melhor vestindo a camisa da Ponte Preta, e colocar uma dúvida na cabeça do treinador”, espera Paulinho, que não vai arriscar no inglês.

 “Tem que meter um portunhol. Lá eles falam muito espanhol também. Vamos nos preparara para fazer um grande jogo lá”, completa.

Copa do Brasil

Justamente em virtude do amistoso, a CBF atendeu ao pedido da Ponte Preta para reagendar os confrontos contra o Moto Clube pela Copa do Brasil – já que a primeira delas poderia ocorrer justamente no final de semana do confronto com o Orlando City. O jogo ficou marcado para o dia 7, às 19h30, no estádio adversário em São Luís-MA.  O da volta Serpa em 14 de maio, no mesmo horário, no Majestoso.

Com isso, o time chegará no dia 4 dos EUA e no dia 5 já embarca rumo à cidade maranhense e, dois dais depois do jogo de volta, já segue (no dia 9, portanto) para Porto Alegre, onde enfrentará o Grêmio na estreia pelo Brasileirão. As datas foram escolhidas levando em conta não só o amistoso e o Brasileiro como também os compromissos do Moto Clube, que disputa as finais estaduais no Maranhão.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS