Para Silvinho, trabalhos físicos em períodos sem jogos são necessários para aperfeiçoar rendimento dos atletas

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/DJota Carvalho

 

A Ponte Preta iniciou a semana de trabalhos focando em atividades físicas. Após quatro dias de descanso para os atletas, a preparação para a Série B se iniciou a todo vapor e, para o atacante Silvinho, este tipo de treinamento é imprescindível neste período sem jogos. “Se não tivéssemos perdido no Paulista, ainda estaríamos aí no campeonato, mas como isso ocorreu estes trabalhos físicos são necessários. Tivemos uma parada de quatro dias, voltamos para estes dois dias mais fortes e agora já teremos trabalhos com o professor Vadão. Com o tempo, faltando alguns dias para começar o campeonato, os trabalhos serão ainda mais organizados para o time ficar cada vez melhor”, afirma.

O jogador ressalta que os trabalhos com bola são seus preferidos. “Ficar só treinando é complicado, ainda mais só físico. O professor Vadão tem um repertório grande de trabalho, que dá uma animada, mas físico é só correr e é muito difícil. Sábado tem um jogo-treino contra o Corinthians e vai ser importante. Eles estão na mesma situação de nós, até saíram antes e estão buscando um melhor ritmo de jogo”, diz o atleta.

Silvinho destaca que para o Brasileiro o time não pode pecar como fez no Paulista, principalmente em momentos-chave do jogo. “Em algumas partidas, se tivéssemos acertado o último passe, teríamos matado o jogo e vencido. Foi assim contra Palmeiras e Santos. Isso é do futebol, mas no Brasileiro, se esse último passe acontecer, se formos felizes no lance, será muito importante”, explica.

O atacante se mostra concentrado em ajudar a Ponte Preta. “Eu estou focado para jogar essa Série B e tentar subir o time novamente, porque esse é o objetivo maior do clube”, reforça Silvinho, que considera importante a vinda de mais atletas ao elenco da Macaca.

“Até mesmo o Campeonato Paulista, que é curto, necessita de elenco para chegar às finais. Imagina no Campeonato Brasileiro, que é muito maior. Quando mais jogadores de qualidade vierem, vai ser melhor. Atletas que abracem a causa do clube, que é o acesso. Quem chegar vai ser bem recebido”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS