Com um a menos, Ponte leva final aos pênaltis, mas é superada pelo RB

Publicado em: 15/04/2019


Crédito para reprotução da imagem: PontePress/Álvaro Jr.

Na noite dessa segunda-feira (15), a Ponte Preta disputou a final do Troféu do Interior contra o Red Bul no estádio Moisés Lucarelli. Com um a menos desde o primeiro tempo, a Macaca levou a decisão para a disputa dos pênaltis, mas foi superada pelos adversários.

O próximo jogo da equipe alvinegra será diante do Coritiba pela estreia no Campeonato Brasileiro da Série B. A disputa está marcada para às 20 horas da segunda-feira, 29 de abril, no estádio Couto Pereira em Curitiba. O primeiro jogo em casa será já na segunda rodada na quinta-feira, 02 de maio, diante do Criciúma.

O Jogo:

O primeiro a brilhar foi o goleiro Ivan, aos 4 minutos Bruno Tubarão cruzou da direita e Claudinho desviou de cabeça, mas o arqueiro estava ligado no lance para defender. Um minuto depois, Aderlan arriscou de fora da área e o camisa 1 da Macaca agarrou firme. A primeira chance pontepretana aconteceu aos 6, quando Diego Renan experimentou da intermediária, mas mandou pela linha de fundo.

Aos 22 minutos Thalles acionou Júlio Cesar dentro da área, ele chutou, mas o zagueiro adversário chegou para travar a batida. Logo na sequência, Thalles ficou com o rebote em uma bola espirrada e chutou para fora levando perigo.

O Red Bull teve mais uma oportunidade aos 25 minutos quando Bruno Tubarão pegou a bola dentro da área e acertou a rede pelo lado de fora. Aos 32, a Gerson Magrão cobrou escanteio da esquerda e Thalles cabeceou forte, mas Júlio Cesar se esticou e fez a defesa. Três minutos depois a Macaca chegou rápido em contra ataque, mas o árbitro paralisou o lance marcando falta. Na sequência, Flávio Rodrigues de Souza expulsou o atacante Júlio Cesar alegando que foi xingado pelo camisa 7 alvinegro.

Aos 40 minutos Bruno Tubarão arriscou de fora da área e Ivan, bem colocado, praticou a defesa. Cinco minutos depois, Romário cobrou falta da entrada da área pela direita e mandou próxima à trave. Sem tempo para nada, o primeiro tempo foi encerrado após os dois minutos de acréscimos.

Na volta do intervalo, Luis Ricardo entrou no ligar de Igor Henrique na primeira mudança alvinegra. Com a bola rolando, o primeiro lance de perigo aconteceu aos 12 minutos quando Osman recebeu pela direita e chutou cruzado para fora. Dois minutos depois, Barreto levantou na área e Ytalo desviou de cabeça pela linha de fundo.

Aos 23 minutos Aderlan chutou da entrada da área e Ivan apareceu mais uma vez para fazer boa defesa. Quatro minutos depois quem arriscou de fora da área foi Uillian Correia, mas ele também parou em Ivan. A segunda substituição pontepretana aconteceu aos 29, quando Nathan entrou no lugar de Giovanni.

A Macaca chegou novamente aos 33 minutos com um lançamento para Arnaldo pela direita, ele entrou na área e chutou na rede pelo lado de fora. A terceira e última substituição do treinador Jorginho foi a entrada de Matheus Oliveira no lugar de Arnaldo aos 35 minutos. Sem mais lances de perigo, o jogo foi encerrado após quatro minutos de acréscimos.

Com o empate por 0 a 0, a decisão do Troféu do Interior foi para a disputa de pênaltis, realizada no gol. O primeiro a bater foi Ytalo do Red Bull, ele acertou o travessão, mas a bola quicou dentro do gol. Para a Ponte, o primeiro foi Thalles, mas o centroavante mandou por cima do gol.

Depois foi a vez de Everton cobrar e de Ivan brilhar ao defender o chute. O segundo alvinegro foi Diego Renan, mas dessa vez foi Júlio Cesar quem defendeu. O zagueiro Léo Ortiz conseguiu converter para os adversários. O terceiro pontepretano foi Matheus Oliveira, que converteu o primeiro para a Ponte.

Osman foi o quarto batedor do Red Bull e acertou o gol. O próximo a cobrar foi o lateral Luis Ricardo, que parou nas mãos de Júlio Cesar. Assim, a decisão por pênaltis se encerrou com a vitória dos adversários.

Ficha do Jogo:

Ponte Preta: Ivan; Arnaldo (Matheus Oliveira), Reginaldo, Renan Fonseca e Diego Renan; Edson, Igor Henrique (Luis Ricardo) e Gerson Magrão; Giovanni (Nathan), Júlio Cesar e Thalles. Treinador: Jorginho.

Red Bull: Júlio Cesar; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Romário (Everton); Barreto (Gabriel Leite), Uillian Correia e Ytalo; Claudinho, Osman e Bruno Tubarão (Roberson). Treinador: Antônio Carlos Zago.

Cartões Amarelos: Gerson Magrão (Ponte Preta); Léo Ortiz e Ytalo (Red Bull).
Cartão Vermelho: Júlio Cesar (Ponte Preta).

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Data: 15/04/2019 – 20 horas
Local: Estádio Moisés Lucarelli – Campinas/SP
Público: 4.157
Renda: R$ 85.615,00


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais