Com gol no último minuto, Ponte perde por 1 a 0 no Maranhão e agora vai atrás da reabilitação contra o Cruzeiro

Publicado em: 11/06/2021


Foto:Fredson Ferreira/Sampaio Corrêa

Em uma partida em que a Macaca criou três chances reais de gol no primeiro tempo, mas no qual a etapa complementar foi bastante truncada e a o adversário marcou o gol quae aos 50 minutos de jogo.

“Corremos até o fim, mas infelizmente tomamos um gol no minuto final. Agora é lutar em casa pela primeira vitória”, diz Renatinho.  A Macaca agora vai atrás da reabilitação contra o Cruzeiro, às 21h30 de quarta-feira (16), no Majestoso.

O Jogo

A Ponte Preta teve a primeira boa chance aos três minutos: Camilo recebeu pela ponta esquerda e tentou chegar ao gol, mas foi parado com falta. O camisa 10 cobrou na segunda trave e Ruan Renato apareceu para chutar no meio da área, mas a defesa do Sampaio fez o corte.

Aos seis, Niltinho cruzou para a área, mas a defesa oponente tirou. Aos dez, Moisés fez a fila, passou para Camilo e abriu para receber a devolução, mas acabou trombando com a zaga e pediu pênalti, que o juiz não anotou. Aos 12, Renatinho passou para Léo Naldi que, de longe, mandou uma bomba no goladversário, assustando o goleiro que salvou espalmando para escanteio.

Aos 19, Ednei fez lançamento em profundidade para Niltinho, que foi travado na área, ganhando escanteio. Aos 21, Moisés saiu em arrancada e entrou na área. O atacante foi desarmado e a bola sobrou com Camilo, que não teve espaço para concluir. Aos 27, em lançamento da Macaca para frente Camilo desviou de cabeça para Moisés chutar a gol, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo.

Aos 29, novo ataque perigoso da Macaca, mas o juiz marcou impedimento de Camilo e parou o lance. Aos 32 foi a vez de Moisés sair com a bola de frente para o gol e novo impedimento ser marcado (desta vez, apenas a bandeira enxergou a irregularidade). Aos 36, Niltinho recebeu bom passe de Ednei, carregou até o fundo e passou para Felipe Albuquerque, que recebeu marcação dupla.

A bola saiu em escanteio e, na cobrança para a área, Ednei cabeceou para o gol e a bola tirou tinta do travessão. Aos 45, Moisés tentou jogada individual, mas foi desarmado. Na sequência, a Ponte teve a última chance do primeiro tempo com Niltinho, mas o atacante acabou isolando a bola quando foi cruzar.

No segundo tempo, boa trama entre Moisés e Camilo aos dois minutos, mas a zaga oponente cortou. Na sequência, Niltinho teve boa chance, mas acabou barrado com falta por trás quando fazia um passe. Camilo cobrou na segunda trave para Ruan Renato completar, mas o zagueiro não alcançou a bola por pouco.

Aos seis, blitz da Ponte chegando primeiro com Camilo e Niltinho e, na sequência, com Felipe Albuquerque, mas a defesa adversária conseguiu barrar os chutes em ambas as vezes. Aos nove, Rafael Santos pegou bola pela esquerda, limpou o lance e cruzou, mas o goleiro oponente se antecipou e ficou com a ela.

O Sampaio começou a dar mais faltas para parar a Ponte e o jogo ficou truncado. Aos 18, Rafael Santos fez cruzamento para a área,mas a zaga mandou para escanteio. Aos 23, Dawhan tentou enfiada de bola para Niltinho, mas a zaga do Sampaio cortou.

Aos  36, Vini Locatelli fez bom passe para Camilo, dentro da área, mas o camisa 10 não conseguiu finalizar. Aos 40, o Sampaio tirou bola de Locatelli com falta, mas ojuiz deu lance normal e o adversário chegou no três contra um na zaga alvinegra, mas a defesa tirou. Aos 48, lance perigoso dos donos da casa, salvo perto da linha por Felipe Albuquerque.  Quase aos 50, o adversário conseguiu chegar ao gol em bate-rebate na área da Macaca e o juiz apitou o fim de jogo.

 

 

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas, Felipe Alburquerque, Ednei, Ruan Renato e Rafael Santos; Dawhan e Léo Naldi (Locatelli); Niltinho (Fessin), Renatinho (João Veras), Moisés e Camilo. Técnico: Gilson Kleina.

Sampaio Corrêa: Mota; Luís Gustavo (Watson), Joécio, Nilson Júnior e Zé Mario (Eloir); André Luís, Ferreira, Guilherme Campana e Daniel Costa (Romarinho); Jean Silva (Jajá) e Jefinho (Joanderson). Técnico: Felipe Surian

Gol: Jean Silva, aos 49 do segundo tempo

Arbitragem: Rodrigo da Fonseca Silva apitou, com os assistentes Fabio Rodrigo Rubinho e Renan Antonio Angelim Rodrigues. O quarto árbitro foi Maykon Matos Nunes.

Cartões amarelos: Léo Naldi (Ponte); Jajá (Sampaio)

Partida válida pela terceira rodada do Brasileiro da série B, realizada no Castelão, sem público (nem renda) em virtude da pandemia

 


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais