Com gols de João Veras(2) e Moisés, Ponte Preta goleia o Santos por 3 a 0 no retorno ao Paulistão; veja os gols

Publicado em: 16/04/2021


Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Nada melhor que uma reestréia em casa ganhando de goleada. A Ponte Preta fez um primeiro tempo impecável na noite desta sexta (16), atropelando o Santos e marcando três gols antes do intervalo – dois de João Veras e um de Moisés. No segundo tempo, o adversário pressionou, mas com marcação e posicionamento impecáveis, a Ponte impediu qualquer chance do adversário e ainda buscou chances de ampliar o placar, que se manteve como na etapa inicial consolidando uma bela vitória no Paulista.

Com o resultado, a Ponte se mantém na terceira posição do grupo B, com sete pontos, três atrás da Ferroviária e  nove atrás do São Paulo, que tem duas partida a mais. A Ponte Preta volta a campo agora na noite de segunda-feira (19), contra o Red Bull Bragantino, na casa do adversário.

Veja os gols de hoje:

 

O jogo

A Macaca começou indo para cima com Niltinho cruzando para Veras. A zaga tirou e, após a cobrança de escanteio, Camilo pegou e chutou para o gol assustando o goleiro adversário, mas ela subiu e saiu por cima do gol. Aos três, Apodi recebeu lançamento em profundidade e tocou para trás para Veras, mas o atacante foi travado na hora do chute..

O primeiro gol da Macaca saiu aos oito em uma bela jogada, Camilo passou para Barreto, que acionou Moisés pela esquerda. O atacante invadiu a área e bateu cruzado e o goleiro adversário salvou com rebote. A bola sobrou para João Veras matar no peito e mandar para o fundo das redes: 1 a 0.

A Ponte queria mais e na sequência, aos 11,  Niltinho conduziu bem para perto do gol adversário e passou para Veras para trás. O jovem atacante chutou forte, mas a bola subiu muito. Aos 20, em jogada ensaiada em cobrança de falta em Niltinho. Yuri cobrou, Camilo invadiu a área e bateu cruzado. O goleiro oponente se esticou todo e mandou para escanteio.

Aos 24, chute forte do adversário, mas a zaga alvinegra segurou. Na sequência, Barreto cortou para Camilo, que passou para Niltinho. O atacante saiu em velocidade e mandou uma bomba contra o gol adversário, para uma defesa difícil do goleiro, mandando para escanteio. Na cobrança de escanteio, Yuri bateu a sobra, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 30, Moisés recebeu no contra-ataque, mas não conseguiu concluir.

Aos 32, porém, o contra-ataque funcionou. Camilo recebeu bom passe de Barreto pela esquerda e cruzou rasteiro, a zaga adversária não conseguiu afastar, e João Veras mais uma vez não perdoou. O camisa 45 chegou batendo forte para fazer o segundo dele e da Macaca no jogo. 2 a 0.

A Macaca não deu tempo pro Santos respirar e já aos 33 marcou o terceiro. Em mais um contra-ataque, Niltinho fez um lindo lançamento para Moisés, que avançou e bateu cruzado, sem chance para o camisa 1 oponente. 3 a 0. Aos 38, Niltinho, que mais uma vez se destacava na partida aparecendo em todos os cantos do campo, fez lançamento para a área, mas o goleiro adversário interceptou. Aos 46, o juiz apitou o final do primeiro tempo.

 O Santos voltou tentando ir para cima, mas a boa marcação e posicionamento da Macaca não davam espaço ao adversário. Aos cinco, belo lance de Moisés que quase marcou o quarto gol, mas foi desarmado pelo adversário. Aos oito, o oponente conseguiu boa finalização, mas Ygor Vinhas segurou com firmeza.

O Santos pressionava mais, mas a Macaca se mantinha firme. Aos 25, Niltinho desceu com rapidez, mas foi parado com falta. Na cobrança, Niltinho rolou pro meio da área e Renan Mota chutou, mas a bola saiu para linha de fundo. Aos 28, cobrança de falta perfeita do Santos, para defesa ainda melhor de Ygor Vinhas.

Aos 35, contra-ataque da Macaca parado com falta.  Aos 41, Moisés puxou o contra-ataque e rolou para Paulo Sérgio, que chutou para o gol. A bola passou pertinho do gol, mas saiu pelo lado. Aos 43, Barreto recebeu nas costas da zaga, saiu cara a cara com o goleiro adversário e tentou mandar por cobertura, mas o camisa 1 oponente pegou. Aos 47, o juiz apitou o final de jogo: Ponte 3 x 0 Santos.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas, Apodi, Luizão, Ruan Renato e Yuri; Barreto e Dawhan (Léo Naldi); Niltinho (Pedrinho), Camilo (Renan Mota) e Moisés; João Veras (Paulo Sérgio). Técnico: Fábio Moreno.

Santos: John; Pará, Kaiky, Luan Peres e Kevin Malthus; Vinícius Balieiro (Pará) e Ivonei (Lucas Lourenço); Pirani (Jean Mota), Ângelo (Marinho), Lucas Braga e Kaio Jorge (Marcos Leonardo). Técnico: Ariel Holan.

Gols: João Veras, aos oito e 32, e Moisés aos 33 do primeiro tempo

Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza apitou, tendo Marcelo Carvalho Van Gasse e Rafael Tadeu Alves de Souza como auxiliares. O quarto árbitro foi Flávio Roberto Mineiro Ribeiro e José Cláudio Rocha Filho ficou no VAR.

Cartões amarelos: Vinícius Balieiro e Marcos Leonardo (Santos); Yuri (Ponte Preta)

Partida disputada no Majestoso, sem público (nem renda) em virtude da pandemia.


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais