Volante Bruno Reis enfatiza: “Estamos muito conscientes das dificuldades que encontraremos contra o América, mas também estamos muito confiantes de que podemos conquistar a vaga para as oitavas”

Publicado em: 21/09/2020


Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta realizou nesta manhã o último treinamento antes de enfrentar o América. O elenco segue nesta tarde para Belo Horizonte, onde enfrentará às 21h30 de terça (22) o América-MG na segunda e última partida válida pela quarta fase da Copa do Brasil. Quem vencer – no tempo normal ou nos pênaltis – conquista a vaga para as oitavas. O elenco alvinegro sabe que a tarefa é das mais complicadas, mas acredita na classificação da Macaca.

“O foco e a concentração é total no América, que é uma equipe muito qualificada. Vai ser um jogo muito difícil, mas é acredito que a gente tem totais condições de buscar a classificação mesmo jogando fora de casa”, pontua o volante Bruno Reis, que teve atuação elogiada nas últimas duas partidas em que atuou (os empates contra o Operário e o próprio América).

O jogador ressalta que tanto atletas quanto Comissão Técnica têm confiança em uma boa partoda amanhã. “ O grupo todo está muito consciente das dificuldades que a gente vai encontrar lá, mas também estamos muito confiantes, pois sabemos do nosso potencial: a gente sabe que pode chegar lá e sair com a classificação”, completa.

90 minutos pós-Covid

Quem viu a disposição de Bruno Reis em campo na última partida pela série B talvez nem tenha atentado para o fato, mas o jogo contra o Operário foi o primeiro completo realizado pelo volante depois que ele se curou do Covid-19 (o jogador foi diagnosticado com o novo coronavírus na semana em que os times retomaram os treinos para a volta ao Campeonato Paulista).

“Apesar do resultado não ter sido o que a gente esperava contra o Operário, fiquei muito feliz em poder ter voltado a atuar durante os 90 minutos novamente. Isso é fruto de muito trabalho, tanto da minha parte como toda comissão técnica, que tem dado muita atenção aos atletas que não vinham atuando com tanta frequência”, conclui.

 


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais