Jurídico alvinegro consegue pena mínima para Roger e Alisson

Publicado em: 03/08/2020


 

O departamento jurídico da Ponte Preta defendeu nesta segunda-feira (3), no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), os atletas Roger e Alisson, expulsos no dėrbi - em março. Nos dois casos, os argumentos apresentados pela defesa alvinegra, representada pelo advogado João Felipe Artioli, garantiu a sentença mínima aos atletas. Roger, que estava sendo julgado no artigo 258 (conduta contrária à disciplina desportiva), podia pegar até seis jogos de suspensão.

 

"Apresentamos nossos argumentos e o próprio Roger deu seu depoimento. Ao fim, por unanimidade foi determinada a suspensão automática de uma partoda, já cumprida", diz Artioli. No caso do zagueiro Alison, que respondia ao artigo 254-A, por agressão, a pena podia chegar a 12 jogos.

 

"Mais uma vez, diante dos nossos argumentos, por unanimidade foi dada a pena mínima, de quatro jogos. Ele já cumpriu um, então terá que ficar fora mais três", conclui Artioli.


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais