Bruno Reis destaca que time não deve mudar padrão de jogo por Copa do Brasil ser jogo único: “Temos que pensar sempre em vencer as partidas e não em ficar jogando pelo regulamento”

Publicado em: 12/02/2020


Foto:PontePress

A Ponte Preta viajou nesta tarde para Porto Alegre (RS), de onde seguirá na quinta-feira até Novo Hamburgo-RS para enfrentar o time da casa no primeiro confronto da Macaca pela Copa do Brasil. Para que não seja também o último jogo, a Ponte precisa vencer ou empatar para ganhar vaga na próxima etapa da competição nacional e, na opinião do volante Bruno Reis, o time entrará em campo para vencer.

“Temos que fazer nosso jogo, nossa proposta, não podemos mudar o padrão que estamos criando no time e aí tem tudo para dar certo. Um time como a Ponte tem que pensar sempre em vencer as partidas e não em ficar jogando pelo regulamento. Temos que tentar a vitória e, se pela circunstancia do jogo isso não for possível, aí sim o empate nos ajuda”, diz.

Assim como os companheiros de elenco, o atleta afirma que não há porque comparar o time deste ano com o de 2019. “Sabemos do que ocorreu no ano passado, mas estamos aqui para escrever a nossa história, temos a responsabilidade de vencer e de nos classificar”, pontua o jogador que, conta, está preparado para um estilo de jogo diferente do adversário.

“Trabalhei os últimos dois anos e meio no Sul, com treinador gaucho, e o mais comum lá é jogo mais pegado, mais disputado. Porém estamos preparados para toda situação que puder ocorrer. Estamos trabalhando em cima disso e vamos lá em busca dos nossos objetivos”, enfatiza.


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais