Ponte passará Copa América no G4 e Jorginho, que volta a comandar treinos da equipe em 24 de junho, já ressalta: “Queremos mais”

Publicado em: 12/06/2019


Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Com a conclusão da 8ª rodada na noite de ontem (11), a Ponte Preta terminou a “primeira etapa” do Brasileiro da série B no quarto lugar da competição e passará o mês da parada por causa da Copa América no G4, após uma série invicta de sete jogos, com direito a duas vitórias fora de casa e um futebol notoriamente em evolução. Os jogadores se reapresentarão na tarde de 24 de junho, para retomar o trabalho com foco no jogo contra o Oeste, no final de semana de 13 de julho, e o técnico Jorginho promete muito afinco e dedicação, pois quer não só manter a boa fase como ir além dela.

“Nosso último jogo, contra o Londrina, foi excelente. O time deles não tinha perdido em casa, estava com 100% de aproveitamento lá, é o terceiro colocado, acima da gente. Quebramos barreiras e escritas e mais, houve falta no Roger no gol que tomamos e o impedimento anotado para o Marquinhos no que seria nosso primeiro gol não existiu, na hora do passe ele  estava atrás da linha do meio de campo, então podíamos até ter ganho de quatro a zero. Mas confesso que queria, e queremos, mais”, pontua.

O treinador explica que, na avaliação dele, no segundo tempo da partida a Macaca poderia ter sido mais forte. “Queria que tivéssemos mantivesse o mesmo ritmo, a posse de bola, mas tivemos uma queda. Ressalto que vencer o Londrina na casa deles, um time que não tinha perdido nenhum ponto como mandante, é uma vitória maiúscula.  Mais que isso, junto com o jogo em que derrotamos o Guarani,foram as duas melhores partidas que fizemos esse ano. Mas nosso grupo é ótimo e acredito que podemos fazer ainda mais”, afirma.

Para isso, o treinador pretende focar nas atividades após o período de descanso, um pouco mais longo que o habitual porque havia sido acordado com os atletas caso cumprissem a meta positiva estabelecida com a Comissão neste últimos jogos, que foi conquistada com louvor. “Vamos fazer um período de intertemporada, aqui em Campinas mesmo, bem focado. Se o treino for durante a manhã, vamos dormir no hotel que estamos acostumados. Como ex-atleta sei que jogador não gosta muito de dormir em hotel, mas é um trabalho de concentração que entendo ser necessário e vamos fazer de tudo para voltar muito forte e continuar dando sequência a esta boa arrancada que fizemos”, destaca Jorginho.

O treinador conclui ressaltando que, embora toda a equipe tenha atuado muito bem no Paraná, dois atletas merecem uma menção especial. “Gostei muito da participação do Matheus Vargas, que algumas vezes já foi contestado por algumas pessoas, mas fez uma partida excepcional e mostrou o quanto é importante para essa equipe.  Além disso, temos o Camilo, um atleta que trouxemos da Base e tem um condicionamento físico exuberante, quase não faz falta, é um jogador que guardadas as devidas proporções e assemelha ao Artur, que era do Grêmio e hoje está Barcelona. Um atleta jovem, mas com personalidade, qualidade e que se posiciona bem”, conclui.


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais