Ponte enfrenta São Paulo na noite deste sábado e quer voltar a vencer no Majestoso

Publicado em: 09/02/2019


Foto:PontePress/FábioLeoni

O torcedor que foi ao Majestoso na última partida do Paulista em casa saiu do estádio feliz, afinal viu a Macaca golear por 3 a 0. Nesta noite, a partir das 19 horas em partida de torcida única alvinegra, a Ponte Preta enfrenta o São Paulo e quer fazer o torcedor sair do estádio com um sorriso mais uma vez. “Temos de ter uma retomada. Esse jogo pode dar um diferencial, para distanciar de baixo e aproximar o time de cima, que é onde a Ponte merece estar”, destaca o técnico interino João Paulo Sanchez.

O treinador ocupa o cargo apenas no confronto de logo mais, uma vez que o técnico Mazola Jr foi desligado do comando após perder para o Bragantino (foram duas derrotas, dois empates e uma vitória em cinco jogos) e Jorginho, anunciado ontem pela diretoria como novo comandante alvinegro,  chega hoje, sem ter tido tempo de ser apresentado ou trabalhar com o grupo. O novo treinador, que em 2013 levou a Macaca às finais da Sulamericana, assistirá ao jogo em um camarote do Majestoso e na segunda-feira assume efetivamente o time, já viajando para Goiás onde na terça haverá confronto pela Copa do Brasil.

Para a partida desta noite, Sanchez não revela o time que entrará em campo, mas ele não deverá ser muito diferente daquele que iniciou no jogo passado – a exceção do volante Edson, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. “A possibilidade de mudança é mínima, mas pode ser aconteça, talvez até mesmo por eventuais desgastes”, adianta o técnico interino, que em relação aos atletas que já vestiram a camisa em jogos deste ano não pode contar também com o lateral Giovanni, em recuperação de lesão.

Com cinco pontos no grupo A, a Ponte precisa vencer para não se afastar das primeiras posições, ocupadas por Santos (com 12) e pelo Red Bull, que já iniciou a rodada ontem, vencendo de virada o Ituano, e chegou aos 11. Já o São Paulo lidera o grupo D com nove pontos e deverá colocar em Campinas um time alternativo, uma vez que poupa forças para a Libertadores, uma vez que perdeu o primeiro jogo contra o Talleres por 2 a 0 e precisará vencer por uma diferença de três já na quarta-feira para se manter na competição.

“Para nós isso pouco interessa: o São Paulo é o São Paulo e vai querer nos vencer de qualquer forma, os jogadores que entrarem vão querer mostrar serviço ao treinador. Porém a Ponte também é a Ponte: somos um  time grande, temos nossa torcida do lado e toda conição de nos impor em casa. Podemos e queremos vencer”, conclui Sanchez.

Os ingressos para o jogo de hoje – a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) na arquibancada – está à venda até os 15 minutos do segundo tempo. Quem não puder ir ao campo tem como opção acompanhar o jogo pelas rádios esportivas de Campinas - FM 99,1, AMs 870, 1170 e 1270, além de webrádios como PonteNews, Macacada Reunida, Futebol Interior e Esportes Online.


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais