Com currículo internacional na área, Fábio Barrozo assume como coordenador das categorias de Base da Macaca: “Meu desafio é tornar a Base ainda mais importante que ela já é: vamos formar vencendo”

Publicado em: 14/12/2018


Foto:PontePress/LuizGuilhermeDeMartins

Premiado como melhor gerente de categoria de Base do Brasil em 2014 e 2015 e dono de um currículo invejável como gestor, Fábio Barrozo é o novo coordenador das categorias de Base da Ponte Preta.  “Vim pelo desafio de tornar a categoria de Base da Ponte ainda mais importante do que ela já é. Em muitos lugares a Base é exclusivamente para formação. Minha filosofia é formar vencendo. Em 2017 a Ponte foi campeã paulista SUB17 e vice SUB20 e neste ano houve um hiato, não teve o mesmo desempenho. Quero que em 2019 a gente já reedite isso, vamos voltar a disputar títulos e a formar atletas como Emerson, Ivan, Leandrinho, Ravanelli, Matheus Jesus e tantos outros que já saíram daqui.”

 Nascido no Rio de Janeiro,  Barrozo – que é formado em Administração e Gestão Esportiva pela Universidade Getúlio Vargas (UGV-RJ) - começou a carreira esportiva como atleta de Futsal, em 1985, no Vasco da Gama. Pendurou as chuteiras, ou melhor, o tênis, em 2002, quando atuava pelo Corinthians. No ano seguinte, iniciou a carreira administrativa, como gestor de Futsal no Flamengo, de onde saiu em 2004 para ocupar o mesmo cargo no Vasco. Em 2006, recebeu convite para ser secretário particular de Zico no Kashima Antlers, campeão japonês e da copa Nabisco 2006. O bom trabalho fez com que permanecesse como secretário de  Zico na Seleção Japonesa que conquistou a Copa da Ásia em 2006.

De 2007 a 2008, foi diretor de futebol do Centro de Formação Zico (CFZ) e, de 2009 a 2010, voltou a ser auxiliar de Zico no Fenerbahce , com o qual foi campeão turco e campeão da Copa da Turquia em  2009.  De volta ao Brasil, em abril de 2010 tornou-se ferente de futebol de Base do Avaí e, em novembro de 2010, gerente de futebol profissional daquela equipe.

Em agosto de 2011 foi contratado como gerente da Base do Corinthians, onde permaneceu até Abril de 2016. Neste período, a Base acumulou conquistas: Campeão da Taça SP 2012; Campeão Paulista SUB11 e 13 2013; -Campeão Paulista SUB15, 17 e 20 em 2014;  Campeão Taça São Paulo 2015;  Tri Campeão Mundial SUB 17 em 2012, 2014 e 2015; Campeão Brasileiro SUB20 de 2014; Campeão da Copa do Brasil 2015; Vice Campeão Taça SP 2014 e 2016, e campeão da Taça BH 2015 e Paulista SUB20.

E de 2014 a 2017, atuou também como diretor da Associação Brasileira de Executivos de Futebol (ABEX). De abril de 2017 a dezembro deste ano, Barrozo foi ainda representante internacional do Santos, argo que deixou para assumir a Base pontepretana.

Ponte terá SUB11 e 13 de Futsal e Campo

Durante esta semana, Fábio Barrozo já conheceu a estrutura da Base pontepretana. “Acredito que a Ponte é o único time do porte dela hoje que tem dois CTs, um em Jaguariúna para SUB15 e 17 e o outro em Barão Geraldo, para 20 e 23”, diz, referindo-se respectivamente ao Recanto da macaca e á Toca da Macaca.

Barrozo conta também que já está concluindo o planejamento para 2019, que terá uma novidade para a garotada que gosta de futebol. “Temos a intenção de recriar as categorias SUB11 e 13 da Ponte, em duas áreas simultâneas, Futsal e Futebol de campo.  Ou seja, o mesmo time jogará na quadra e no gramado”, pontua.

 Ele salienta, porém, que nesta idade mais tenra as atividades são mais lúdicas. “Nessa idade não se cobra título, título é a partir do SUB15. Dos nove aos 13, a atividade é mais lúdica, é pra criança giostar de futebol, se enturmar com o esporte e a atividade em grupo. Já do 15 ao 23 é alto-rendimento, até porque o atleta já assina contrato de formação, passa a recdeber ajuda de custo, salário”, conclui.

Incentivo

As categorias de Base da Associação Atlética Ponte Preta contam com apoio do PROJETO PONTE PRETA FUTEBOL DE BASE - ESTRUTURA PARA DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS DO FUTEBOL - ANO 3,  LPIE: Nº. 75/2016, Certificado de Incentivo ao Desporto (CID) Nº. 468/2017, publicado em diário oficial em 22 de março de 2017, junto a Lei Paulista de Incentivo ao Esporte, Decreto nº 55.636/10 e Resolução SELJ nº 10, de 28 de março de 2017, e das empresas CBP Brasil/Inducol, COLORMAQ, CERATTI, VIAPOL, PILOT e KODILAR.

 

 

 


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais