Ponte perde por 1 a 0 para o Grêmio

Publicado em: 08/11/2017


Foto:PontePress/FábioLeoni

Jogando com um homem a menos desde os 17 do primeiro tempo, em virtude da expulsão de Fernando Bob, a Ponte Preta perdeu para 1 a 0 para o Grêmio na noite desta quarta (8) no Majestoso. Após tomar o gol de Ramiro, no início da etapa complementar, a Ponte cresceu em produção e teve diversas chances de empatar, mas foi contida por uma atuação de destaque do goleiro Marcelo Grohe. Com o resultado, a Macaca  continua no Z4, com 35 pontos  (três atrás do Vitória, que na noite desta quarta venceu o Palmeiras por 3 a 1 e é agora o, primeiro fora da zona de rebaixamento), e voltará a lutar para sair do grupo dos quatro últimos no final de semana, quando enfrenta o Coritiba na casa adversária. “A realidade é cruel, temos que ter discernimento, grandeza e humildade para seguir na busca de nos manter na elite. Em respeito à nossa camisa e ao nosso torcedor, temos que manter o foco e fazer nosso melhor enquanto houver chance de sair desta situação, e esta chance ainda existe”, diz o atacante Emerson Sheik.

O jogo

A partida começou com a Ponte indo pra cima. Logo no primeiro minuto, Lucca chutou para Sheik, que de primeira tocou para o jovem Emerson. O lateral entrou na  área e cruzou para Naldo desviar, mas Marcelo Grohe fez boa defesa. Dois minutos depois, Lucca fez boa jogada pela direita e mandou para Naldo, que finalizou por cima do gol. Vendo a Ponte vir para cima, o time gaúcho tentou cadenciar mais o jogo, mas aos oito Danilo avançou pela esquerda tabelando com Naldo e tocou para Sheik na entrada da área, que não conseguiu abrir o placar.

Aos 12, o Grêmio levou perigo ao gol de Aranha em cobrança de falta de Leo Moura, mas o camisa 1 defendeu a bola com um soco. Aos 14, novo ataque gremista: Cristian cruzou e Jael cabeceou para o chão. Aos 17, o lance que mudou a tônica no jogo: Bob perdeu o timing da bola ao tentar afastar uma bola e acertou com forte em Ramiro e o árbitro Sandro Meira Ricci expulsou o volante pontepretano.

Guerreira, a Ponte continuou indo para cima. Aos 23, Emerson tentou o cruzamento, mas Michel bloqueou colocando a bola pro escanteio.  Danilo cobrou fechado e Grohe defendeu.  Três minutos depois, Sheik foi atingido por Bressan, mas o juiz não anotou.  No minuto seguinte, Everton chutou em direção ao gol alvinegro, mas Aranha segurou.

O jogo seguiu com os dois times se alternando no ataque, até que aos 41 Lucca teve grande chance e cruzou fechado para o gol, com a bola passando rente à trave. Aos 44, Danilo Barcelos levantou na área e a bola acertou a trave de Grohe. No segundo tempo, o Grêmio voltou fazendo pressão desde o início. Logo no primeiro minuto, Léo Moura passou para Ramiro, que dividiu a bola com Jeferson e ganhou o escanteio. Na cobrança, Rodrigo tirou. No minuto seguinte, Rodrigo tirou nova bola,desta vez de Cristian.

Aos 3, a estrela do goleiro Grohe começou a brilhar: Lucca recebeu aberto pela direita e cruzou fechado, e o arqueiro gaúcho fez uma defesa estranha jogando a bola para a área, Elton finalizou à queima-roupa e Grohe conseguiu segurar em cima da risca. Contudo, no minuto seguinte o visitante balançou as redes: Jael tabelou com Michel, que tocou para Léo Moura na direita. O lateral fez um belo cruzamento e Ramiro marcou, sem chances para Aranha.

Aos cinco, Rafael Thyere errou e Sheik ficou com a bola. O atacante passou para Danilo Barcelos na área, mas Léo Moura cortou. Aos dez, Danilo cobrou escanteio na pequena área e Grohe tirou de soco. Aos 15, Lucca lançou Emerson pela direita e o lateral cruzou para Sheik, que virou um belo voleio no meio da área, por cima do gol adversário. Aos 27, Rodrigo soltou uma bomba em cobrança de falta, mas Grohe se esticou todo e pegou. Aos 28, Yago recebeu no meio da área e finalizou por cima do gol. No minuto seguinte, Lucca finalizou e o goleiro gremista pega mais uma! Depois, Sheik bate em cima da marcação e reclama de pênalti.

Aos 30, Léo Gamalho cabeceou para baixo após cruzamento e quase empatou: a bola ia entrando, mas Grohe deu um toquinho pela linha de fundo e salvou. Aos 31, mais um milagre do goleiro gremista: Rodrigo sobiu mais alto que Thyere e cabeceou, mas Grohe fez defesa inacreditável.

Aos 37, Lucca se aproveitou de falha de Marcelo Oliveira, entrou na área e tocou para Léo Gamalho finalizar: desta vez Grohe não pegou, mas Bressan cortou a jogada. Aos 45, o Grêmio teve uma chance com Everton passando para Ramiro, mas Aranha ficou com a bola. Aos 46, Lucca pegou a bola na entrada da área e chutou bem, mas mais uma vez Grohe pegou. O atacante ainda atacou mais duas vezes, aos 47 – em lance que reclamou de pênalti não anotado – e aos 48, quando foi cortado por Bressan. Aos 49, o juiz apitou o fim do jogo.

Ponte Preta: Aranha, Jeferson (Saraiva), Rodrigo, Yago e Emerson; Danilo Barcelos, Fernando Bob, Elton (Leo Gamalho) e Naldo (Leo Arthur); Emerson Sheik e Lucca. Técnico: Eduardo Baptista.

Grêmio: Marcelo Grohe, Leonardo Moura (Leonardo Gomes), Bressan, Rafael Thyere, Marcelo Oliveira; Cristian, Michel, Ramiro, Jailson (Fernandinho); Jael (Beto Silva) e Everton. Técnico: Renato Gaúcho

Público pagante: 5.679 (Público total: 6.226)
Renda: R$ 55.930,00

Árbitro: Sandro Meira Ricci
Vermelho: Fernando Bob
Amarelos: Rodrigo, Bressan, Marcelo Oliveira, Danilo Barcelos, Elton, Lucca e Fernandinho.

Gol: Ramiro, aos 4 do segundo tempo

 


Outras Notícias


Veja Também

Newsletter Digite seu e-mail para receber nossa newsletter
Redes Sociais