Nota de pesar: Lilo, o técnico de descobriu Dicá e comandou a Macaca no último jogo de Pelé no Santos

 

A Nação Pontepretana está em luto. Faleceu na manhã desta quarta (8) o ex-jogador e técnico Carlos Verginelli Neto, o “seu” Lilo, treinador que descobriu o talento do meia Dicá nas categorias de Base da Ponte Preta. Lilo havia mudado para Santa Rita de Caldas-MG, onde morreu, mas o sepultamento ocorrerá nesta quinta (8) às 10 horas da manhã, no Cemitério da Saudade, em Campinas.

 

Jogador do juvenil pontepretano na década de 50, Lilo atuou como treinador dos anos 60 a 70. “Ele era pontepretano roxo e muitas vezes, quando havia uma crise e o técnico era demitido, ele se prontificava a assumir o time”, relembra José Moraes neto, historiador da Ponte Preta.

 

No jogo de despedida de Pelé pelo Santos, em 2 de outubro de 1974, Lilo foi o treinador da Macaca. Em 2010, “seu” Lilo foi homenageado na Festa dos Veterados promovida pela ONG Ponte Preta Ação Social, em uma de suas últimas aparições públicas. 

Notícias Recentes

Foto:PontePress/DiegoAlmeida A Ponte Preta fez nesta segunda-feira (23) o último treinamento ates de enfrentar a Chapecoense, na noite de terça no Majestoso. O técnico Hélio dos Anjos trabalhou a equipe pensando em intensidade e criação de jogadas contra o

Leia mais »

REDES SOCIAIS