Ponte Preta treina na tarde desta quinta-feira (20) e Neílson, provável titular na lateral direita diante do Mogi, quer mostrar para Vadão que pode ser o dono da posição

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

Após o último jogo diante do Palmeiras, o técnico Vadão sinalizou que não deve utilizar jogadores que estão pendurados com dois cartões amarelos contra o Mogi-Mirim, neste domingo (23). É o caso do lateral-direito Ferrugem.  Desta forma, Neílson surge como a primeira opção para entrar jogando a partida válida pela 15ª Rodada do Campeonato Paulista, no domingo. O jogador, que junto de todo o elenco treina na tarde desta quinta-feira (20) no Moisés Lucarelli, se mostra ansioso em exibir um bom desempenho em campo.

“Estou esperando mais esta oportunidade. Será o meu primeiro jogo em casa, já que fui titular em Roraima e entrei no segundo tempo contra o Palmeiras. Temos que ir bem nesse jogo e quero muito mostrar meu futebol. Se o professor me confirmar para a partida, com certeza será uma grande oportunidade, uma chance importante, e me sinto preparado para poder ajudar o time diante do Mogi Mirim”, diz.

Ao contrário de Ferrugem, Neílson é lateral-direito de origem, mas acredita que é natural a opção do técnico Vadão em manter o companheiro de elenco no time titular. “Ele começou o ano nessa posição, também por conta da minha contusão, e foi muito bem. Está certo mantê-lo como titular, porque ele conseguiu dar conta do recado. Mas espero atuar da melhor forma possível e por uma dúvida na cabeça do professor Vadão”, ressalta o lateral-direito, que quer mostrar seu futebol também para o torcedor pontepretano.

“A torcida é fundamental. Não só eu, mas outros atletas também devem jogar na presença deles pela primeira vez este ano. Tenho certeza que o torcedor vai ver que a Ponte tem um bom elenco para desempenhar um grande futebol”, completa.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS