Na Ponte desde janeiro, atacante Dennis tem estreia confirmada por Carpegiani

Dos atletas que viajam na manhã desta quarta-feira (24) para Manaus, onde a Ponte enfrentará o Nacional-AM pela Copa do Brasil, um em especial não esconde a ansiedade de estrear. Trata-se do atacante Dennis, que veio em Janeiro do Atlético-PR e que só agora está conseguindo uma sequência de trabalho com o grupo.

 

“Eu estou muito feliz. Cheguei no início do ano e infelizmente tive uma lesão no joelho. Fiquei dois meses sem jogar, quando seria relacionado. Agora apareceu a oportunidade, infelizmente foi pela contusão do Alemão acredito, mas estou preparado”, comemora Dennis.

 

O jogador teve sua presença confirmada na equipe titular no treinamento coletivo dessa segunda (22) e quer voltar do Amazonas classificado na Copa do Brasil. “Não tem esse negócio que vamos a Manaus para cumprir tabela. Todo mundo que vai viajar está preparado para fazer o melhor e ganhar o jogo”, diz o atacante, que reforça a confiança no grupo alvinegro.

 

“Temos que nos colocar no nosso lugar. Ponte Preta é time de Série A. Com todo respeito ao Nacional, mas vamos lá para procurar nosso jogo, nosso resultado, que é o que precisamos para conseguir a classificação”, afirma.

 

Curiosamente, essa não será a primeira estreia de Dennis com o técnico Carpegiani. Há três anos, o jovem hoje com 21 anos, fez sua primeira partida como profissional sob o comando do atual técnico da Macaca. “Em 2010, eu estava no segundo ano da categoria júnior do Atlético Paranaense e tive uma oportunidade contra o Avaí na Ressacada. O Carpegiani, técnico da equipe na época, me chamou para o jogo. Foi minha primeira partida como profissional. Fiquei muito feliz. Vencemos o jogo e quando ele chegou à Ponte Preta nós nos lembramos dessa partida. Ele deu risada, pois fizemos o gol no último lance”, recorda Dennis, que nesse jogo pretende usar um dos atletas mais experientes do elenco como motivação pessoal para buscar espaço no time.

 

“Podemos usar o Adrianinho como exemplo. Teoricamente não estava sendo muito utilizado, mas jogou e foi muito bem. Vamos tentar fazer nossa parte, nosso melhor, tentar a classificação e consequentemente botar uma dúvida na cabeça do treinador”, completa o atacante.

 

(Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/Guilherme Dorigatti)

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS