Meia Eurico veste a camisa da Ponte, diz que vai buscar seu espaço e projeta títulos com a Macaca

 

Foto: PontePress/RodrigoCeregatti

 

A Ponte Preta segue apresentando seus reforços para a temporada de 2016 e o nome da vez foi o meia Eurico, de 21 anos, que veio por empréstimo do Cruzeiro-MG. O atleta mostrou satisfação em vestir pela primeira vez a camisa alvinegra e tem boas perspectivas no seu novo clube. “A expectativa é muito boa. Vamos procurar fazer um excelente trabalho aqui. O que fiz em 2014 e 2015 passou. Fui campeão brasileiro pelo Cruzeiro, mas é passado. Ficou para trás. Meu foco é total na Ponte Preta. Quero estar sempre bem fisicamente, mentalmente, para sempre que tiver oportunidade corresponder a altura. Quero fazer um excelente trabalho e só penso em defender as cores desse clube. Estou em busca do meu espaço e se Deus quiser tem muitas coisas boas a conquistar aqui”, afirma o volante, que projeta títulos pela Macaca.

 

“Vamos procurar fazer o melhor trabalho possível. Venho para ganhar títulos. Para entrar na história tem que vencer, apresentar um bom futebol e quero marcar meu nome aqui na Ponte. É importante fazer a Ponte estar sempre em um nível altíssimo, já que dos que subiram em 2014, foi o único que se manteve na Série A o ano passado. Todos aqui estão focados em fazer um grande trabalho”, ressalta o atleta.

 

Eurico conta que suas características são para atuar como primeiro volante, que é onde se sente mais a vontade, pelo posicionamento à frente da zaga. Por conta disso, além da competitividade pela vaga de titular com outros atletas da posição, sabe que há a pressão de substituir Fernando Bob, que se transferiu para o Internacional, após boas temporadas na Macaca.

 

“Nós vamos nos preparar bem. Vamos treinar forte, cada um buscando seu espaço. O Fernando Bob fez um grande trabalho e nós, que estamos vindo para suprir a posição dele, temos que buscar repetir esse rendimento. Que os êxitos que ele conseguiu, nós consigamos além disso e conquistemos títulos. É sempre defender a Ponte Preta bem, porque os títulos serão importantes não só para o clube, como para nós”, reforça o jogador, que através do seu talento tem ganhado chances nas seleções de base do Brasil e espera atuar bem na Macaca para continuar sendo convocado.

 

“A Ponte é o lugar que está me dando a oportunidade. Eu vou procurar honrar essa camisa e fazer um excelente trabalho. Fui convocado para a base da seleção brasileira, mas já passou. Se eu não corresponder aqui tenho certeza que minha chance não virá. Mas estou tranquilo. Farei meu melhor e tudo acontecerá naturalmente. O melhor para mim Deus colocará no meu caminho”, completa.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS