Martinuccio abandona tratamento médico e é excluído do elenco da Ponte 2016; pelo acordo, jogador nada recebe

O atacante Martinuccio abandonou o tratamento determinado pelo Departamento Médico da Ponte Preta e, por consequência, não faz mais parte do elenco alvinegro. Pelo acordo firmado com o atleta, estava estabelecido que ele só assinaria contrato e receberia qualquer tipo de salário quando estivesse apto a jogar e, com o abandono do tratamento estabelecido para três meses, ele não recebeu nem receberá nada, além de estar fora do time em definitivo.

“Quando o Martinuccio chegou ao clube, nem completou a bateria de testes porque não conseguia correr. O problema que ele tinha de joelho era relativamente fácil de tratar, mas necessitava de tempo. Com o que vimos, não tinha como aprovar para contrato, porque ele precisaria ainda fazer um tratamento para aliviar a dor e começar transição física, para depois treino, o que era até natural porque ele estava há sete meses sem entrar em campo”, conta Roberto Nishimura, chefe do Departamento Médico da Ponte.

Nishimura explica que, se o jogador cumprisse o tratamento, estaria apto a assinar contrato. “Oferecemos a ele o uso da estrutura do clube, e uma vez que ele se apresentasse apto e em níveis de qualidade aceitáveis, estaria tudo certo. No entanto há uma semana ele avisou informalmente um fisioterapeuta que iria procurar outra opinião e desde então não aparece no clube. É um direito dele procurar outra opinião, mas não abandonar o clube sem dar satisfações como ele fez. Desta forma, ele não está mais na Ponte Preta”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS