Marca Ponte Preta é a segunda do futebol do Brasil que mais cresceu em um ano: diretoria alvinegra atribui resultado a seriedade da administração e acredita que pode continuar subindo no ranking

Em um ano, a marca Ponte Preta teve uma valorização de 41% e registrou um dos maiores crescimentos entre os times de futebol do Brasil, segundo a 9ª edição do estudo anual Valor das Marcas dos Clubes Brasileiros, divulgado pela BDO Brazil. A marca da Macaca, que em 2015 era avaliada em R$ 35,5 milhões, subiu para R$ 50,4 milhões. Apenas uma equipe entre os 34 clubes analisados apresentou um aumento maior – o Palmeiras, quecom  a nova arena  melhorou em 56% – e,  em números absolutos, a Ponte subiu quatro posições. Era a 24ª no ano passado e ultrapassou Náutico, Avaí, Criciúma e Portuguesa, aparecendo agora em 20º lugar.

 “A valorização da marca Ponte Preta neste último ano nos deixa muito satisfeitos e está diretamente relacionada a uma diretoria que administra de forma competente, transparente e que honra seus compromissos. Isso traz credibilidade à instituição e possibilita tanto que possamos atrair bons parceiros e patrocínios quanto negociarmos melhores condições para transmissão de jogos  e trazer atletas competitivos, que sabem que a Ponte honrará os compromissos financeiros assumidos com eles”, pontua Vanderlei Pereira, presidente pontepretano.

Na opinião dele, a tendência é uma nova valorização para 2017, já que o trabalho continua a ser feito com muito empenho e o time tem apresentado bons resultados em campo, fazendo uma campanha de destaque no Brasileirão – onde ocupa a sétima posição – e mirando em voos mais altos na Copa do Brasil. “Queremos mais e estamos trabalhando duro pra isso, tanto em campo quanto fora dele”, enfatiza.

O diretor de marketing Eduardo Lacerda enfatiza que o crescimento de 2015 para 2016 é significativo o crescimento da marca Ponte Preta. “Principalmente neste último ano, em que conseguimos expressivos avanços . Acredito muito que estamos construindo um caminho adequado de posicionamento e consolidação da marca , sempre buscando a geração de valores econômico , emocional e social em tudo que é feito dentro da Associação Atlética Ponte Preta”, diz.

Ele destaca que a tradição da Ponte como primeiro time do Brasil é muito importante, mas o presente do time é definitivo quando se fala em valorização de marca. “Uma marca se constrói não só pelo passado e neste quesito a Ponte e sua maravilhosa história de conquistas e superação nos enche de orgulho e inspiração para assim trilhar os caminhos de uma  forte da consolidação da marca. Mas não podemos parar no tempo, ainda há muito que fazer para colocar a Ponte Preta onde merece”, diz.

Lacerda destaca pontualmente fatores que, acredita, foram importantes no crescimento de 2015 para 2016. “Tivemos grande exposição da marca , finanças em dia , internacionalização da marca com as partidas que disputamos contra times internacionais dentro e fora do Brasil, atuamos nos principais campeonatos nacionais, temos parceiros fortes e grande presença nas mídias sociais”, elenca.

 

Assim como Vanderlei Pereira, ele acredita que há bastante espaço sim para subir e  consolidar ainda mais a marca no cenário nacional. “Nosso planejamento estratégico traz esses objetivos como meta. Temos estrutura de primeira , torcida grandiosa, marca forte , instituição respeitada, estabilidade financeira, enfim, todos ingredientes que nos levarão mais longe.”

Lacerda finaliza dizendo que o resultado da pesquisa da BDO Brasil em si também colabora para que o clube possa trabalhar ainda mais e melhor no marketing. “Isso mostra que os terceiros estão vendo credibilidade na marca e instituição, e fortalece o trabalho de captação de parceiros em todas as áreas”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS