Último jogo:
Ponte Preta 3X3 São Bernardo

Local: Moisés Lucarelli

Campeonato Paulista | 5ª Rodada | 04/02/2024 - 20:00

Próximo jogo:
Botafogo-SP X Ponte Preta

Local: Santa Cruz

Campeonato Paulista | 6ª Rodada | 07/02/2024 - 19:00

Maior campeã da Copinha entre clubes do Interior do Brasil, Ponte estreia na próxima quarta (3) com o Tanabi: conheça nossa história

A Ponte Preta entrou na reta final de preparação para 54ª Copa São Paulo de Futebol Junior, a Copinha. Como integrante do Grupo 1, que tem sede em Tanabi, a equipe do Majestoso jogará contra o Vila Nova, atual campeão goiano, o Atlético Gloriense, vice-campeão sergipano, e o dono da casa Tanabi.

A estreia é dia 3 (quarta-feira), 13h, diante do Tanabi. Na segunda rodada pega o Vila Nova, sábado (7), às 15h15. Na última rodada, o desafio será dia 9 (terça-feira), 13h00, contra o A. Gloriense-SE. Todas as partidas terão transmissão ao vivo da FPFTV, no YouTube.

 

BICAMPEÃ

A Ponte Preta é o maior clube do Interior do Brasil em finais da Copinha. Além de ser a única bicampeã vencendo o São Paulo (1981) e o Santos (1982), chegou em outras cinco decisões. Terminou como vice-campeã em 1998 (Internacional campeão), 1995 (Corinthians), 1975 (Atlético-MG), além de 1986 e 1977 vencidas pelo Fluminense.

Ainda foi terceira colocada em 1971 e 2002 e ficou na quarta posição em 1999. Um total de 10 campanhas entre os quatro melhores, algo que muitos dos chamados “grandes” ainda não conseguiram.

Maior campeonato de base do Mundo, a Copinha começa no dia 2 de janeiro e a decisão será em 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo. A 54ª edição mantém as bases dos últimos anos com 128 times divididos em 32 sedes, campeões e vice dos grupos se classificam às fases seguintes, disputadas em mata-mata.

 

CURIOSIDADES

CONQUISTAS

Em 10 edições da Copinha, a Ponte Preta terminou entre os quatro melhores, sendo: 2 vezes campeã (1981/82); 5 vezes vice-campeã (1975/77/86/95/98); 2 vezes 3ª colocada (1971/2002) e 1 vez como 4ª Colocada (1999).

 

DECISÃO DE 1998
A final foi contra o Internacional com Luis Fabiano (foto) em campo, no Morumbi. O jogo foi preliminar de São Paulo x Combinado Santos-Flamengo, na reestreia de Raí pelo Tricolor Paulista. O Inter tinha Guto Ferreira no comando da equipe que teria nove atletas promovidos ao time principal. No tempo normal, o placar foi 1 a 1 e a vantagem gaúcha veio nos pênaltis por 4 a 3.

 

MAIOR GOLEADA

A maior goleada da Ponte Preta na história da Copinha foi 7 a 0 no Atlético, de Alagoinhas-BA, na edição de 2017. Neste mesmo ano, aplicou 6 a 1 na Penapolense. Foi a edição com maior número de gols marcados, num total de 20, em seis partidas. Outras goleadas expressivas aconteceram em 1982 contra o Vitória e Vilavelhense-ES, ambas por 5 a 0.

 

ARTILHEIROS

Em suas 43 participações na Copinha, a Ponte Preta teve artilheiro em três edições. Chicão, que fez parte dos títulos em 1981 e 1982, dividiu a artilharia com Casagrande, com cinco gols em 1981 e ficou na liderança isolada em 1982 com outo gols. Em 1995, Fábio Henrique marcou cinco e dividiu a atilharia da edição de 1995 com o Dodô, revelado pelo São Paulo.

 

RECORDE DE PÚBLICO

A final de 1977, em que a Macaquinha acabou superada pelo Fluminense, por 2 a 1, foi realizada no Estádio do Morumbi, com mais de 67.608 pagantes. Era preliminar do amistoso Brasil 1×0 Bulgária, em 23 de janeiro. O polêmico Dulcídio Wanderley Boschilia, que ganharia destaque na final do Paulistão de 1977, em outubro, estava na arbitragem.

 

NÚMEROS DA PONTE PRETA

43 PARTICIPAÇÕES
186 JOGOS
94 VITÓRIAS
51 EMPATES
41 DERROTAS
301 GOLS MARCADOS
104 GOLS SOFRIDOS


Texto e Pesquisa:
Paulo Santana
Foto de Arquivo: Silvio Ávila/Agência RBS

Compartilhe em suas redes sociais