Ponte treina nesta manhã e, após boa estreia com a camisa da Macaca, lateral-esquerdo Magal acredita em evolução dele e da equipe no Paulistão

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePres/ThiagoToledo

O elenco da Ponte Preta treina nesta manhã no Majestoso, de olho no jogo de quinta contra o XV de Piracicaba. Com a documentação regularizada apenas no fim do dia da última sexta-feira (24), o lateral-esquerdo Magal sequer havia sido apresentado à imprensa e já estreou com a camisa da Ponte Preta. A escalação no último sábado (25) diante do Osasco Audax pegou a muitos de surpresa. Uma grata surpresa, já que o atleta mostrou um bom futebol no seu primeiro jogo.

“Eu fiquei sabendo na concentração. Foi de última hora, nem deu tempo de eu ser apresentado. O Sidney me chamou, perguntou como estavam minhas condições e falei que se precisasse de mim estaria disposto a jogar 90 minutos. Foi aí que ele falou que ia me colocar e, graças a Deus, conseguimos vencer. Foi um jogo muito difícil, não fizemos uma bela partida, mas a equipe está de parabéns pela determinação, entrega, luta, e fiquei feliz de ter estreado com o pé direito com essa vitória”, afirma Magal, que se diz muito grato por estar tendo a chance de vestir o manto alvinegro.

“Vim para o clube pensando em fazer o melhor possível e sabendo que a cobrança é bastante forte.  Já joguei várias vezes contra a Ponte e sei que a torcida cobra muito. E a torcida tem que cobrar mesmo se nós não ganharmos. Mas eu procuro ser um Magal diferente do que era nos outros clubes que passei. A Ponte Preta abriu as portas para mim e vou tentar fazer o melhor e principalmente dar alegrias a torcida. Quero reencontrar o futebol que tive no passado, mas sendo um Magal diferente”, diz o atleta.

O lateral também já viu o quanto a torcida da Ponte é fanática e cobra o máximo dos seus representantes dentro das quatro linhas. “Deu para ver que o torcedor quer o melhor, a pressão vai ter bastante. E nós que jogamos pelas beiradas vamos ouvir mais porque ficamos mais próximos. Mas estava ciente que seria um jogo difícil, apesar de não ter treinado muito, conseguimos a vitória. E a torcida tem que cobrar porque quer ver o time na Série A de novo do Brasileiro e estar brigando nas finais do Paulista. Nós temos que dar a resposta dentro de campo. Trabalhamos sério, o grupo está evoluindo a cada jogo e a cada vitória a tendência é crescer e quem sabe brigar por um título”, afirma.

Magal finaliza mostrando confiança em ter um bom rendimento no clube. “É complicado não ter mais um atleta específico da minha posição. Mas tendo ou não sombra, eu vim para a Ponte para fazer o melhor para mim e para todos. Eu tenho que correr, mostrar meu futebol: o campeonato é curto e nesse pouco tempo tenho que mostrar meu melhor, meu máximo e me tornar vitorioso aqui.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS