Com quatro gols de Yuri, Macaca atropela Alagoinhas por 7 a 0, se classifica em 1º do grupo na Copa SP e pega Penapolense na segunda (9)

Em um verdadeiro espetáculo de futebol, os meninos da Macaca atropelaram o Alagoinhas-BA na tarde deste sábado (7) e se classificaram para a próxima etapa da Copa SP em primeiro lugar do grupo. A Ponte venceu por 7 a 0, com quatro gols de Yuri, e volta a campo em Marília às 18h45 da segunda-feira (9) contra o Penapolense, com transmissão pela SporTV e Espn.

"Mesmo sendo reserva, a gente tem que ter netas e nossa comissão nos incentiva muito a estabelecer estas metas, então mesmo no banco eu já imaginava fazer gols pela Ponte, é excelente isso. E quero agradecer ao nosso time, porque o destaque individual só é possível porque todo o time joga bem", diz Yuri.

Ele acrescenta que o elenco vai se dedicar muito na próxima fase. "Queremos chegar longe, disputar e conquistar o campeonato. Pra mim é uma honra vestir essa camisa da Ponte e quero fazer muito por ela", afirma o garoto.

Os meninos alvinegros abriram o placas aos  9 do primeiro tempo, com Aaron. Na segunda etapa, a Ponte voltou implacável e marcou com Yuri (aos 4, 7 e 12 minutos), Thiaguinho aos 21, Yuri de novo aos 22 e, aos 45, Kauê deu números finais à goleada. “Se o América tivesse vencido teríamos  precisaríamos de um bom saldo de gols para ficar em primeiro no grupo, mas não estávamos pensando nisso, focamos no gol a gol, não deixamos cair intensidade e a goleada veio”, diz o treinador Leandro Zago.

Com o América perdeu para o Marília, o time da casa pegou a segunda vaga do grupo para a próxima etapa e a Macaca foi primeira colocada isolada, com sete pontos e saldo positivo de dez gols (o MAC fez 6 pontos e saldo de – 1). O treinador pontepretano relembra que a equipe alvinegra está em construção – já que houve saídas após o Paulista e a Copa Ipiranga SUB20 – e vê evolução no time dentro da Copinha.

“Fizemos um jogo bom contra o America, contra o Marília no primeiro tempo não fomos bem e no segundo melhoramos, e ontem ótimo, independentemente da qualidade do adversário e sim levando em conta nossas ações,  fomos um time com mais jogadas e que mostrou maturidade. Então, por ser ainda, como disse, uma equipe em construção, acho compreensível essa instabilidade no início, mas vejo, sim, uma evolução”, analisa.

Sobre o goleador Yuri, que saiu do banco e pode ganhar a titularidade nas próximas partidas, o treinador enfatiza que não existe em seu time um titular absoluto. “Se o Yuri continuar jogando como tem jogado ele pode ser o titular, mas se cair, mudar de comportamento, pode perder a vaga pra outro atleta, Sempre ressalto a todos os meninos que posição se conquista jogo a jogo, não existe um titular fixo, eterno”, diz.

Zago fala mais um pouco sobre Yuri. “Ele foi o terceiro artilheiro no Paulista, com 16 gols, é nascido em 1998 e ainda tem mais uma Copa São Paulo depois dessa. É um garoto com boa presença de área, de potencial bem interessante para o futuro, assim como todos em nossa equipe, e vamos trabalhar para que todos possam explorar esse potencial ao máximo”

O técnico finaliza comentando sobre a defesa alvinegra, que não tomou nenhum gol nas três partidas da primeira fase da Copa SP. “É um trabalho importante e ressalto que isso tem muito haver com a postura de todo o grupo, o comportamento de pós-perda da bola de todo mundo pressionando pra recuperar rápido, nosso posicionamento e a linha de defesa bem atenta ao que tem de fazer, o goleiro Rodrigo muito bem, fazendo cobertura da linha de defesa quando necessário. É um trabalho coletivo, onde todos têm que trabalhar pra não tomarmos gol e pontuarmos.”

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS