Macaca derruba a invencibilidade do Santos, por 3 a 1, no Majestoso; confira os gols de Biro Biro, Bruno Silva e Rildo

 

Três gols e uma bela vitória, que encerrou a "série invicta" de 14 jogos do adversário . Este foi o resultado do jogaço de bola entre Ponte Preta e Santos, na noite desta quinta (26) no estádio Moisés Lucarelli. O placar terminou apontando a superioridade pontepretana em campo, por 3 a 1. Com o resultado, a Macaca soma 24 pontos e se mantém na segunda colocação do Grupo 2.

O próximo compromisso alvinegro será às 18h30 do domingo (29) diante do XV de Piracicaba no estádio Barão de Serra Negra em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Paulista 2015. Até o momento, a equipe de Piracicaba soma 11 pontos e está na quarta posição do Grupo 4 após perder para o Mogi Mirim, São Bernardo, São Paulo e Ituano, vencer Red Bull, perder para o Linense, vencer Botafogo, empatar com Marília, vencer a Portuguesa, perder para Palmeiras e São Bento e empatar com o Rio Claro.

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: 
PontePress/VictorHafner

 


 

O Jogo:

Diante de 4.907 torcedores, a primeira oportunidade foi dos visitantes aos 4 minutos, Gabriel cruzou da esquerda e Ricardo Oliveira chutou por cima do gol. A Macaca chegou logo na sequência com um chute de Renato Cajá de fora da área e saiu pela linha de fundo. Aos 6, Rodinei ameaçou o cruzamento da direita, mas bateu direto para gol e obrigou o goleiro Vanderlei a fazer a primeira defesa da partida.

Aos 19 minutos Jeferson ficou a bola na intermediária e arriscou o chute que saiu por cima do travessão. Um minuto depois, Renato Cajá lançou para Rildo na área, mas Vanderlei saiu bem do gol para cortar, no rebote, Biro Biro chutou em cima da zaga santista. Aos 28, Renato Cajá fez cruzamento preciso da direita, Biro Biro recebeu pelo outro lado, dominou e bateu na saída do goleiro para abrir o placar no Majestoso. 1 a 0.

O Santos voltou ao ataque aos 29 minutos quando Ricardo Oliveira recebeu na área e chutou rasteiro para a defesa de João Carlos. Três minutos depois, Lucas Lima tocou para Ricardo Oliveira na esquerda, ele chutou cruzado e parou nas mãos do arqueiro pontepretano. Aos 34, Gabriel ficou com a sobra na área, passou por João Carlos e tocou para o gol, mas o camisa 1 da Macaca se recuperou e fez a defesa.

Aos 35 minutos Renato Cajá cobrou falta da esquerda para a área, o volante Bruno Silva subiu mais alto do que a zaga e cabeceou para a defesa de Vanderlei, mas no rebote, o próprio Bruno Silva foi mais rápido do que a zaga e o goleiro, e pegou a sobra para empurrar a bola para dentro e ampliar o placar. 2 a 0 para a Ponte.

A Macaca teve mais uma chance aos 41 minutos com um chute de fora da área de Renato Cajá que passou ao lado do gol. Sem mais jogadas de perigo, o primeiro tempo terminou após dois minutos de acréscimos.

Na volta do intervalo, o Santos foi ao ataque e logo no primeiro minuto Ricardo Oliveira cabeceou para a defesa de João Carlos, no rebote, Victor Ferraz tocou para Gabriel empurrar para dentro e diminuir a diferença. 2 a 1.

Aos 3 minutos Geuvânio cruzou da esquerda e Gabriel chutou para a defesa de João Carlos. Dois minutos depois, Rildo recebeu pela esquerda, cortou a marcação para o meio e bateu cruzado, no canto do gol para marcar mais um para a Macaca. 3 a 1.

O Santos atacou de novo aos 8 minutos quando Geuvânio recebeu lançamento na área, mas parou na boa saída de João Carlos. Aos 15, Lucas Lima cobrou escanteio da direita e João Carlos teve reflexos rápidos para dar um tapa e evitar o gol olímpico. Quatro minutos depois, Lucas Lima cruzou da esquerda para Ricardo Oliveira chutar travado por Tiago Alves.

Aos 30 minutos Rodinei avançou pela direita, entrou na área e chutou para a defesa de Vladmir. A primeira mudança na Macaca aconteceu aos 33, Roni entrou no lugar de Rildo. Três minutos depois, a segunda alteração alvinegra, Renato Cajá saiu para a entrada de Adrianinho. Aos 39, Josimar chutou forte da entrada da área e Vladmir espalmou para fora.

Aos 43 minutos Thiago Ribeiro cruzou da esquerdo e Ricardo Oliveira cabeceou por cima do gol. Logo na sequência o treinador Guto Ferreira promoveu a última substituição na Ponte com a entrada de Thomas no lugar de Biro Biro. Sem mais lances de perigo, o jogo foi encerrado após seis minutos de acréscimos.

Ficha Técnica:
 
Ponte Preta: João Carlos; Rodinei, Tiago Alves, Pablo e Jeferson; Fernando Bob, Josimar, Bruno Silva e Renato Cajá (Adrianinho); Rildo (Roni) e Biro Biro (Thomas). Treinador: Guto Ferreira.

Santos: Vanderlei (Vladmir); Cicinho, David Braz, Werley e Victor Ferraz; Valencia, Renato e Lucas Lima; Gabriel (Elano), Geuvânio (Thiago Robeiro) e Ricardo Oliveira. Treinador: Marcelo Fernandes.
 
Data: 26/03/2015, quinta-feira – 21 horas.
Local: Moisés Lucarelli, Campinas-SP.
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho (SP).
Auxiliar:  Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP) e Renata Ruel Xavier de Brito (SP).
Cartões Amarelos: Fernando Bob e Jeferson (Ponte Preta); Cicinho [2] e Elano (Santos).
Cartão Vermelho: Valencia e Cicinho (Santos).
Gols: Biro Biro, Bruno Silva e Rildo (Ponte Preta); Gabriel (Santos).

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS