Tem Sula nesta noite de quarta: Ponte enfrenta Chapecoense pelo jogo de volta e Doriva mostra confiança na equipe para buscar a classificação

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

 

A Ponte Preta vai até Chapecó-SC, onde realiza na noite desta quarta-feira (26) contra a Chapecoense o jogo de volta pela Copa Sulamericana. A partida será na Arena Condá, às 22 horas. O primeiro confronto ficou em  1 a 1, no Majestoso. Por conta desse resultado, empate sem gols dá a classificação aos catarinenses, por terem feito um gol fora de casa. Empate com o mesmo placar do jogo de ida leva a decisão para os pênaltis. Se houver empate com mais um de um gol de diferença, é a Macaca quem se classifica. E uma vitória simples de qualquer umas das equipes garante a classificação ao vencedor. O técnico Doriva garante que a Ponte vai entrar buscando essa vaga para a fase internacional.

 

“Eu confio completamente na equipe que iremos colocar em campo. Acredito que vamos ter um time muito competitivo, até porque a Ponte não é feita de 11 atletas. Tem um elenco e confiamos nos jogadores que temos. Vai ser um jogo difícil, mas temos chance. Se fizermos um gol, a Chapecoense tem que fazer dois. Vamos buscar o resultado positivo para conseguir essa classificação”, garante o treinador, que reforça a confiança. “É um jogo que tem importância. Tem peso. Apesar de não contarmos com a força máxima, estamos dando valor à competição e temos ambição em conseguir passar para a próxima fase.”

 

Como o próprio Doriva adianta, ele não poderá contar com todo seu elenco, mas quem entrar vai buscar a vitória a todo custo.  “Temos alguns casos de atletas com os quais não podemos contar. O Gilson teve uma lesão, o Biro Biro, o próprio Borges, que até saiu da partida. Com esses nomes é certo que não podemos contar. Temos que tomar cuidado com outros jogadores. Não estamos pensando só no momento, mas sim em tudo que temos pela frente, na seqüência de jogos desgastante que teremos. Vamos colocar dentro de campo uma equipe forte, que vai lutar para vencer”, afirma o treinador, que explica o porquê de não levar alguns atletas que estão sentindo desconforto ou dor.

 

“Temos que pensar bem, até pela saúde do atleta. Não adianta contarmos com um jogador que não está 100% e depois querer exigir dele o máximo. Quando o atleta está em campo ninguém quer saber a condição física. O atleta tem que render. E entendemos isso e vamos tomar as preocupações que temos que ter. Mas com certeza vamos colocar uma equipe competitiva e que vai brigar muito para conseguir essa classificação”, diz o comandante.

 

No seu último treinamento em Campinas, Doriva fechou boa parte do trabalho, buscando o melhor acerto para o jogo da noite de hoje. “É um jogo decisivo, eliminatório, tem penalidades, uma série de situações que tem que trabalhar em privado e optamos por dar essa fechada. Tem algumas variações também na equipe e procuramos fazer um suspense. Hoje em dias as informações estão todas aí para quem quiser ver. É só entrar na internet que é possível colher dados informações sobre seus adversários, mas usamos isso para termos privacidade e para fazer algumas coisas que não fazemos quando a imprensa está a postos”, completa.

 

A partida tem transmissão por rádio, pelas AM 1170 ou 870, FM 99,1 e webrádio PonteNews. Na quinta-feira, a Fox Sports deverá exibir VT do jogo às 14h30.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS