Ponte Preta e Coritiba duelam no Majestoso em partida decisiva pela Copa do Brasil e Guto Ferreira comenta mudanças no time em busca da classificação

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

A noite é de decisão nesta quarta-feira (21): Ponte Preta e Coritiba fazem às 22 horas no Moisés Lucarelli a partida de volta válida pela 3ªFase da Copa do Brasil. No jogo de ida, em Curitiba-PR, os paranaenses venceram pelo placar de 2 a 1. Como resultado, a Macaca se classifica vencendo por 1 a 0, por ter feito um gol fora de casa. O empate dá a classificação ao Coxa. Caso a Ponte vença por 2 a 1, haverá decisão por pênaltis.  Para esse jogo o técnico Guto Ferreira deve promover algumas mudanças, mas acredita em evolução do time.

 

“Esperamos sempre, quando fazemos mudanças, que mude para melhor. Já é uma situação que utilizamos. É uma formação já usada e a necessidade está nos obrigando a entrar dessa maneira novamente. Acho que vamos ter avanços importantes e torcer para que no geral que isso possa acontecer. Tínhamos algumas ideias na semana passada e, como a equipe não saiu dessa pressão da vitória, resolvemos armar o time com os jogadores mais tarimbados que temos à disposição”, afirma Guto, que diz o quanto o resultado positivo é importante nesse momento.

 

“Uma vitória nesta quarta, mentalmente, psicologicamente, nos ajuda e vamos começar a aliviar a pressão de não ganhar há cinco jogos. É uma partida, em se ganhando, importante. A sequência do campeonato será avaliada no seu devido momento. A preocupação nossa é passar para a próxima fase da Copa do Brasil. Fazer um bom jogo contra o Coritiba e avançar. Ajudaria o clube em uma série de questões importantes para esse momento. Não estamos abrindo mão da competição, mas as estratégias usadas nos outros momentos, se não tivéssemos usado, não teríamos conseguido o que atingimos no início”, explica o treinador.

 

Guto ressalta que, apesar de a Ponte não passar por uma fase boa no Brasileiro nos últimos jogos, enfrentar o Coritiba nesse meio de semana pode ser interessante. “Nós sonhamos grande, continuamos a sonhar grande, mas sabemos o time e condições que nós temos. Começamos a enfrentar problemas que até então não eram a nossa realidade. Acho que, em se tendo um jogo, sempre é o cenário ideal, pois podemos recuperar e é assim que estamos trabalhando”, diz o técnico, que enaltece o grupo.

 

“Temos que trabalhar muito com os atletas o fato de nossas derrotas terem sido para os líderes, até porque não é somente nós que estamos falando. Tem muita gente ao redor pisando na cabeça deles. Temos que controlar o emocional, porque as coisas não vem acontecendo. Muitas das virtudes da nossa equipe não foram apresentadas contra o Joinville. Mas tem uma virtude que nosso time não perdeu: ele não se entrega. Custe o que custar, luta, se empenha, tem vergonha na cara, hombridade, caráter, respeito à camisa da Ponte não falta por parte de nenhum jogador que entra em campo”, finaliza.

 

Cesinha

 

Autor do gol da Ponte na partida de ida em Curitiba-PR, na derrota por 2 a 1, para o rival de logo mais, o atacante Cesinha comenta a fase da Ponte e se mostra confiante na classificação. “Ficar sem ganhar incomoda bastante. As vitórias trazem um ambiente melhor e melhora a confiança. Vamos jogar dentro de casa e nada melhor do que este jogo para as vitórias voltarem a acontecer e se puder acertar outro chute como no primeiro jogo será melhor ainda. Nosso time tem a proposta de entrar de ofensivo e ficar com a posse de bola e espero conseguir esse resultado”, completa.

 

Ingressos

 

O valor das entradas é R$ 40,00 inteira e R$ 20,00 a meia e podem ser adquiridos nas bilheterias do estádio Moisés Lucarelli, no clube Paineiras e nas Lojas Baby Sport do Centro e do Campinas Shopping, além da internet pelo site www.ingressofacil.com.br ou nos postos ingresso fácil na grande São Paulo – ginásio do Ibirapuera e José Correa, Pacaembu, estádios Anacleto Campanella e Bruno José Daniel.

 

É importante lembrar que os Torcedores Camisa 10+ pagam a mensalidade de R$ 50,00 tem direito a entrar no Majestoso para acompanhar todos os jogos da Macaca em qualquer competição oficial disputada. Quem não for ao estádio, pode acompanhar o jogo pelo Première Futebol Clube, pelas rádios esportivas de Campinas (AM 870 e 1170; e FM 99,1) e nas web rádios Macacada Reunida e Ponte News.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS