Com show da torcida fora de casa, Ponte goleia Portuguesa por 3 a 0 e mantém liderança do Brasileiro; veja os gols

 

Com total domínio em campo, a Ponte Preta deu mais um passo rumo à série A do Brasileiro vencendo a Lusa por 3 a 0. Esta foi a sexta vitória consecutiva da Macaca fora de casa, resultado que garantiu a liderança por mais uma rodada. Após um primeiro tempo truncado, incentivada por sua torcida (que foi maioria no Canindé), a Ponte passeou na segunda etapa – foi o nono jogo seguido sem derrota.

Destaque para Alexandro que anotou dois gols  – aos 38 e 44 minutos do segundo tempo – e agora é artilheiro isolado do time. A Macada lidera com 57 pontos, três a frente do segundo colocado Vasco (em terceiro lugar está o Avaí, com 52 e em quarto Joinville, com 51). A equipe volta a campo contra o Avaí, no Majestoso, na próxima terça-feira (21), 19h30, em duelo direto pelo acesso.

 

O jogo

 

O primeiro tempo foi truncado, com poucas finalizações. A Macaca tomou a iniciativa e buscou espaços.  Aos 8 minutos, Thomás buscou jogada pelo meio, mas foi derrubado com falta. Após a cobrança, depois do bate e rebate, a bola sobrou com Fernando Bob que chutou para gol, mas sem perigo. Aos 12 minutos, Roberto salvou a Ponte ao defender um chute cruzado perigoso de Gabriel Xavier. Na sequencia, Cafu tentou costurar pela direita e foi derrubado na entrada da área. Fernando Bob levantou forte demais e a bola foi direto para fora.

 

A partir dos 20 minutos, a Ponte começou a ter mais posse de bola e a dominar o meio de campo. Aos 22, Alexandro recebeu cruzamento da direita e cabeceou para o gol – o goleiro da Portuguesa defendeu. Aos 30, Thomás recebeu no meio e arriscou para o gol, mas a bola foi alta demais. Já com chuva no Canindé, aos 42 minutos Adrianinho chegou bem pela esquerda e mandou a bola para área. Mais uma vez o goleiro Rafael Santos agarrou. Aos 44, após Serginho ser derrubado, Adrianinho tentou chutar a bola que estava próxima ao rosto do jogador da Portuguesa e houve uma confusão entre os jogadores. O meia da Ponte e Diego Orlando receberam cartão amarelo.

 

No intervalo, Guto Ferreira promoveu a substituição de Thomás por Renato Cajá e logo aos 5 minutos, tirou Adrianinho e colocou Rafael Costa – a mudança foi certeira. Aos 9, Cafu escapou pela direita e chutou para o gol, Renan afastou mal e Rafael Costa empurrou para o gol: 1 a 0 Ponte Preta. A partir daí, a Macaca passou a pressionar a Lusa e aos 12 minutos, Alexandro fez bela jogada pela esquerda e cruzou para Rafael Costa, no meio. O atacante mandou para fora.

 

Aos 17 minutos, Cafu recebeu lançamento da direita e dividiu a bola com o goleiro Rafael Santos. No choque, o atacante pisou no pé do goleiro, arrancando a chuteira, e recebeu cartão amarelo. Aos 23, Fernando Bob avançou pelo meio e foi derrubado – Renato Cajá cobrou e Rafael defendeu em dois tempos. A Ponte dominou o segundo tempo e aos 25 minutos, Rafael Costa escapou pela esquerda e tocou para Alexandro no meio, que arriscou para o gol, mas a bola subiu demais. Aos 26, Diego Orlando entrou de sola em Fernando Bob e foi expulso após o segundo amarelo.

 

Aos 36 minutos, Alexandro arriscou da entrada da área e a bola passou perto da trave direita do gol da Lusa. Aos 37, Guto Ferreira faz mais uma substituição, trocando Cafu por Roni. Aos 38 minutos, Renato Cajá arriscou de fora da área, Rafael Santos deu rebote e Alexandro não perdoou, marcando o segundo gol da Ponte. E ainda deu tempo para o terceiro: aos 44 minutos, Rodinei fez bela jogada pela direita e chutou para gol. O goleiro da Portuguesa não defendeu firme e Alexandro marcou mais uma vez:, decretando a goleada da Ponte Preta e se isolando na artilharia do  time.

 

Ficha Técnica

 

Ponte Preta: Roberto, Rodinei, Tiago Alves, Gilvan, Bryan, Fernando Bob, Juninho, Adrianinho (Rafael Costa), Cafu (Roni), Alexandro, Thomás (Renato Cajá). Treinador: Guto Ferreira

 

Portuguesa: Rafael Santos, Arnaldo, André, Mateus, Lucas (Jean Mota), Renan, Diego Orlando, Maycon, Gabriel Xavier (Felipe Nunes), Serginho, Bruno Moraes, Marcelinho. Treinador: Vagner Benazzi

 

Data: 17/10/2014, sexta-feira – 19h00

Local: Canindé, São Paulo –SP

Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri – SP

Auxiliar: Daniel Paulo Ziolli – SP, Gustavo Rodrigues de Oliveira – SP
Cartões Amarelos: Juninho, Cafu, Adrianinho, Maycon (Portuguesa), Diego Orlando (Portuguesa)

Cartão Vermelho: Diego Orlando

Gols: Rafael Costa, Alexandro (2)

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS