STJD atende a pedido da Ponte Preta e concede efeito suspensivo na sentença de Pottker, que poderá jogar no domingo

Foto:PontePress/PauloLeoni

A Ponte Preta protocolou pedido de efeito suspensivo para a pena aplicada ao jogador Pottker, que foi julgado ontem (13), e foi vitoriosa: o STJD entendeu que o pedido do Departamento Jurídico alvinegro era justo e concedeu o suspensivo. Com isso, o atleta – que recebeu inicialmente pena de quatro jogos de suspensão (três além do já cumprido automaticamente) – poderá atuar no domingo e nas demais partidas que ocorrerem antes do julgamento do recurso que questiona a sentença original.

 “Nosso argumento principal foi que, como impetramos recurso questionando a sentença, Pottker terá direito a novo julgamento, que pode reverter ou não a decisão. Vamos supor que ele cumpra os quatro jogos e seja absolvido no recurso: neste caso, ele teria cumprido pena à toa e isso seria prejudicial ao time, pois ele poderia ter atuado em partidas nas quais era necessário”, explica Giuliano Guerreiro, diretor jurídico alvinegro.

 Vale lembrar que, inicialmente, Pottker seria receberia seis jogos de gancho, mas o departamento jurídico da Macaca já havia conseguido reduzir a inicial para quatro jogos alegando a primariedade do atacante. Agora, com o efeito suspensivo, a sentença não será executada até que o Tribunal avalie o recurso (o que ainda não tem data para ocorrer) e neste período o atleta poderá jogar normalmente em qualquer compromisso do time.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS