Macaca faz último treinamento antes de enfrentar o Bahia e jovem atacante Rafael Ratão quer abraçar chances no time profissional

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/Guilherme Hafner

 

Rafael Ratão ainda nem completou 18 anos (aniversaria em 30 de novembro). No entanto, mesmo com a pouca idade, não esconde a satisfação por estar contribuindo com a equipe profissional da Ponte Preta – que faz neste sábado o último treino em Belo Horizonte e embarca no início da noite para Salvador, onde enfrenta o Bahia amanhã. “Está sendo muito bom. Estou tendo minhas chances agora, entrando nos jogos, e é importante essa sequência para aproveitar bem as partidas em que sou escalado”, diz.

O jovem atacante subiu para a equipe principal logo após a participação da Macaca na Copa do Brasil SUB20, na qual agradou o técnico Jorginho. O atleta acredita que ainda tem muito a mostrar. “Estou buscando fazer o que o Jorginho tem pedido. Estou indo bem nos jogos e tenho que seguir trabalhando para continuar a ter chances”, afirma Ratão.

O jogador também avalia a situação difícil que a equipe está passando no Campeonato Brasileiro, mas mantém a confiança de que o time pode conseguir um bom resultado neste final de semana – o confronto com o time baiano está marcado para as 18h30 de domingo (06). “Eu acho que a Ponte pode sair sim dessa fase ruim. Temos que lutar até a última esperança e trabalhar forte. Podemos, contra o Bahia, reverter essa situação”, confia.

Ele revela que não vê a hora de marcar seu primeiro gol pela equipe profissional .“Estou querendo muito fazer. Está difícil, mas uma hora ele vai sair. Acho que vai ser muito bom quando marcar meu primeiro gol pelo profissional”, diz Ratão, que diz ainda estar aprendendo muito com os demais atacantes da equipe.

“Pra mim está sendo muito importante o contato com o William, o Rildo, o Chiquinho, o Leonardo…. Converso muito com eles e tem servido muito para adquirir experiência”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS