Em casa, Macaca faz 3 a 1 no Avaí, mantem liderança e abre dez pontos do quinto colocado; veja os gols

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem:
PontePress/Victor Hafner

 

A Ponte Preta conquistou mais uma vitória jogando estádio Majestoso na noite dessa terça (21). A vítima da vez foi o Avaí, que em um confronto direto da parte de cima da tabela, perdeu pelo placar de 3 a 1. Com o resultado, a Macaca permanece na liderança da tabela e agora soma 60 pontos ganhos, oito a mais do que o quarto Avaí e 10 a frente do quinto Ceará.

O próximo compromisso alvinegro será às 16h20 do sábado (25) contra o Vasco da Gama no estádio São Januário. A partida será válida pela 32º rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2014. No primeiro turno, a Macaca ficou no empate por 0 a 0 no Majestoso.

 

O Jogo:

Jogando diante de 10.144 torcedores, a Ponte foi quem criou a primeira chance. Aos 6 minutos Cafu foi até a linha de fundo pela direita e cruzou na área, Rafael Costa tentou mandar de voleio, mas a bola saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, Rodinei foi quem cruzou da direita, o goleiro Vagner cortou e, no rebote, Renato cajá bateu com força para fora. 

Aos 14, Renato Cajá cobrou falta da intermediária, Cafu pegou em baixo da bola e mandou por cima do gol. Um minuto depois, Renato Cajá lançou da esquerda, Cafu dominou na área e bateu na saída do goleiro. 1 a 0 para a Macaca.

O Avaí chegou aos 17 minutos com uma cobrança de escanteio de Marquinhos que foi muito fechada, direto para o gol e encontrou Roberto esperto para agarrar. Três minutos depois, o goleiro Vagner sai do gol, se choca com o zagueiro Bruno Maia e deixa a bola cair, Alexandro pega a sobra e empurra para o gol, mas o árbitro para o lance alegando que foi o atacante alvinegro que fez a falta no arqueiro adversário.

Rodinei arriscou o chute de longe aos 28 minutos e parou nas mãos de Vagner. Aos 46, Marquinhos cobrou falta da direita, o zagueiro Pablo subiu mais alto do que todos e desviou de cabeça para o gol, sem chances de defesa para Roberto. 1 a 1 no Majestoso. Sem tempo para mais nada, o primeiro tempo foi encerrado após quatro minutos de acréscimos. Após o apito final, o árbitro expulsou os dois treinadores que foram questionar decisões da arbitragem na primeira etapa.

Na volta do intervalo a Macaca começou com tudo. Logo aos 3 minutos Cafu cruzou da direita e colocou a bola na cabeça de Renato Cajá que só teve o trabalho de empurrar para dentro. 2 a 1 no placar.

Apenas um minuto depois, Bryan recebeu na intermediária e acertou um belo chute, na veia, e fez a bola morrer no fundo das redes adversárias. 3 a 1 para a Ponte.

Aos 13 minutos, Fernando Bob lançou para Cafu, o atacante carregou pela direita, invadiu a área e bateu para a defesa de Vagner. A Ponte Preta promoveu as duas primeiras mudanças aos 25 minutos, Renato Cajá e Rafael Costa saíram para as entradas de Adrianinho e Roni.

Dez minutos depois, a Ponte fez boa jogada pela esquerda com a participação e toques de primeira de Bryan, Roni e Alexandro, que lançou para Adrianinho chutar cruzado para fora. A terceira e última alteração alvinegra aconteceu aos 41 minutos, Adilson Goiano entrou no lugar de Cafu. Sem mais lances de perigo, o jogo foi encerrado após quatro minutos de acréscimos.

Ficha Técnica:
 
Ponte Preta: Roberto; Rodinei, Tiago Alves, Gilvan e Bryan; Fernando Bob, Juninho e Renato Cajá (Adrianinho); Cafu (Adilson Goiano), Rafael Costa (Roni) e Alexandro. Treinador: Guto Ferreira.

Avaí: Vagner; Marrone, Pablo, Bruno Maia e Thiago Carleto; Eduardo Costa, João Filipe (Diego Jardel), Eduardo Neto (Diego Felipe) e Marquinhos; Anderson Lopes e Bruno Mendes (Willen Mota). Treinador: Geninho.
 
Data: 20/10/2014, terça-feira – 19h30.
Local: Moisés Lucarelli, Campinas-SP.
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO).
Auxiliar: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO).
Cartões Amarelos: Roberto (Ponte Preta); Eduardo Costa, Bruno Mendes, Thiago Carleto, Pablo e Diego Jardel (Avaí).
Gols: Cafu, Renato Cajá e Bryan (Ponte Preta); Pablo (Avaí).

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS