Sob os olhares de 190 países, Ponte Preta enfrenta Fluminense nesta quarta (24) e técnico Guto Ferreira acredita em confronto equilibrado contra cariocas

Créditto obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni
 
A promessa para o término da 8ªRodada do Campeonato Brasileiro é de um confronto equilibrado entre Ponte Preta e Fluminense. A Macaca viajou até o Rio de Janeiro, onde enfrenta o time carioca nesta noite (24), às 19h30 no Maracanã ,e apenas dois pontos separam as equipes na tabela de classificação. Enquanto a Ponte está na 7ª colocação, com 13 pontos ganhos, o Fluminense está na 10ª, com 11 pontos somados. Além do confronto por si só, o destaque fica por conta da visibilidade do jogo entre paulistas e cariocas. A partida será transmitida para mais de 190 países. Entre eles Itália (Fox Sports); França e Espanha (Canal +); Japão (Asahi); Oriente Médio (Al Jazeera Sports); Estados Unidos (Gol TV) e toda a América Latina (ESPN). E o técnico Guto Ferreira, que tem boa recordação do último jogo da alvinegra no Rio de Janeiro, após ter vencido o Vasco por 3 a 0, espera um jogo difícil.
 
“O momento do Fluminense é completamente diferente do momento do Vasco. Nós enfrentamos um Vasco com três empates e a primeira derrota deles foi para nós. Iremos pegar um Fluminense que vem de uma derrota, mas está a dois pontos da gente, bem mais alto na tabela e com a volta de peças importantes. Enfim, Brasileiro não tem moleza. Temos que trabalhar e buscar os três pontos. Se não for possível a vitória, trazer um empate de volta pra Campinas”, afirma Guto, que é cauteloso na hora de falar sobre a equipe.
 
“Qualquer coisa que eu fale nesse momento próximo do jogo eu estarei dando dicas para o meu adversário. O Enderson, técnico do Fluminense, é um cara inteligente, baita de um profissional, que ano a ano vem se fortalecendo dentro do mercado com resultados expressivos, porque é muito detalhista e a entrevista ele vai querer ouvir. Às vezes uma vírgula que você coloca, entende o que você quer. Sobre alterações, obviamente que quando se troca atletas com características diferentes, alguma coisa muda para a partida”, explica o treinador.
 
Apesar de procurar esconder o jogo, Guto Ferreira sabe que sua equipe está sendo cada vez mais observada, por conta do bom rendimento do time. “Quando existe um comprometimento, você não pode se pressionar. Tem que ser consciente e só se pressionar dentro daquela medida que estamos acostumados. Nem mais e nem menos. O fato de a Ponte conseguir resultados expressivos até aqui, faz com que os outros se preocupem um pouco mais. E aí nós temos que nos preparar para esse nível de dificuldade. Os desafios são muito maiores. Uma coisa é você subir, sem ninguém estar enxergando e na hora que o pessoal quer te enxergar o campeonato está terminando e já alcançamos um resultado expressivo. Outra coisa é você aparecer no topo da tabela, com todos te olhando já desde cedo. Você passa a ser visado. Mas todos querem fazer isso. É muito mais gostoso e é motivo de orgulho. A pressão é diferente de correr quando se está por cima do que por baixo”, avalia o técnico, que também analisa o último confronto contra o Goiás, quando a Ponte empatou em casa por 0 a 0.
 
 “Eu não acho que o empate contra o Goiás foi um tropeço. Foi um jogo muito disputado. Pela campanha que a Ponte vem fazendo, está dentro do estabelecido, já que tínhamos vencido o Vasco fora. E se botarmos na balança, nós teríamos três vitórias em três jogos dentro de casa e quatro empates fora. Vejo com um resultado normal em termos de Campeonato Brasileiro. Uma vitória contra o Fluminense, sim, vai nos oportunizar o retorno ao G4. O nível de importância é esse. Será de um nível de dificuldade muito grande e vamos procurar fazer uma grande partida e pontuar”, diz.
 
Guto reforça o quanto a Ponte tem trabalhado em busca de conquistar grandes resultados. “Sempre buscamos preparar a Ponte o melhor possível para cada jogo. 
 
Quando não acontece ouço falar que a equipe não estava preparada. E não é isso. Às vezes estava preparada e não conseguiu o objetivo. Em qualquer esporte é assim. Um erro define o jogo. Um segundo pode definir tudo. O que não pode é ir para o jogo com erros repetitivos. Mas a Ponte buscou sempre minimizar isso e nessas partidas difíceis estamos conseguindo vencer e fazer o resultado final”, completa.
 
Além da transmissão internacional, a partida entre Fluminense e Ponte Preta terá transmissão Ao Vivo do Premiere Futebol Clube, das rádios esportivas de Campinas (AM 870 e 1170; e FM 99,1) e das webrádios Macaca Reunida e Ponte News.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS