Artilheiro da Macaca. Lucca comemora os gols e afirma que boa fase da equipe é resultado de um grupo unido e sem vaidades

Crédito obrigatório:
PontePress/FabioLeoni

Já são quatro os gols marcados pelo atacante Lucca no Campeonato Brasileiro, uma média de um gol por jogo, número que coloca o atleta na vice artilharia do torneio. No total do ano, são 12 gols, o que fazem dele artilheiro do time em 2017, com mais gols inclusive que Pottker, que era o maior goleador até ir para o Inter. Com  saída de jogadores importantes após o Paulista, Lucca mostra que assumiu a responsabilidade e comemora a boa fase da equipe e individualmente.

“Que a fase continue assim, fazendo gols e ajudando. Estou muito feliz com o momento da equipe. Que fique desse jeito por muito tempo. Nós temos um objetivo, já foi conversado entre nós. A gente sentiu muito a perda de jogadores importantes. Tivemos uma semana para trabalhar, o Kleina é muito inteligente, está sabendo encaixar as peças corretamente e as coisas estão dando certo”, explica.

Autor do gol da vitória contra o São Paulo, Lucca elogia as alterações que o técnico Kleina fez na partida. “Pelo nível da competição nós encontramos um adversário forte e diferente. Não conseguimos marcar eles no primeiro tempo. E aí teve a inteligência do Kleina com a entrada do Sheik. Uma substituição ousada mudou a equipe, tirou o lateral e colocou um atacante. E deu certo. Conseguimos marcar eles, no segundo tempo não tiveram chances de gol”.

O camisa 9 divide os méritos dos gols com toda a equipe e elogia o elenco da Macaca. “Devo muito aos meu companheiros. Preciso deles, necessito deles e eles precisam de mim. Nosso grupo é muito humilde. É um grupo sem vaidade, ninguém quer ser melhor do que ninguém. A Ponte vencendo é o que importa. Não importa quem faça os gols. A Ponte Preta em primeiro lugar. E aos poucos as coisas vão se encaixando após perdermos peças importantes”, ressalta.

Ao contrário do prognóstico feito por parte da imprensa, Lucca não espera nenhuma facilidade contra o Atlético-Go e elogia a organização da Ponte Preta nas boas campanhas dos últimos anos. “O Campeonato Brasileiro é muito competitivo. Na prática o bicho pega. O Atlético vem de uma situação complicada, mas com certeza vai tirar ponto de muita gente. Tem grandes jogadores, não podemos achar que vamos chegar lá e vamos vencer facilmente. A Ponte é uma equipe muito organizada. Tudo correto, os atletas tem todo o suporte da diretoria. Isso é fundamental. Não tenho nem o que falar. São pessoas muito corretas. As coisas estão acontecendo. Quando você faz o bem às coisas boas conspiram. E não é de hoje que a Ponte vem fazendo um grande trabalho. Ano passado já teve um resultado muito bom no Brasileiro. E nesse Brasileiro nós vamos tentar o nosso melhor nesse campeonato., dar o nosso máximo”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS