Léo Artur é apresentado na Ponte e se mostra motivado com chance de mostrar seu futebol na Macaca

 

Foto: PontePress/RodrigoCeregatti

O elenco da Ponte Preta segue sua preparação na cidade de Itu, e quem vestiu pela primeira vez a camisa da Macaca de forma oficial foi o meia Léo Artur. O atleta, que tinham vínculo com o Corinthians e estava emprestado ao Audax, agora pertence ao clube campineiro e se diz feliz com a chegada à nova agremiação.

 

“Todo jogador quer ser valorizado, ter oportunidade, e tanto eu quanto o Claudinho não tivemos no Corinthians. Mas graças a Deus estamos tendo a chance de vir aqui para a Ponte Preta e vamos mostrar o nosso talento”, acredita o jogador, que valoriza estar em um elenco com atletas mais velhos e se diz pronto para estrear.

 

“Eu tive o prazer de trabalhar com o Emerson Sheik no Corinthians. Peguei um pouco de experiência com ele lá e o reencontrei aqui. É sempre bom estar com pessoas mais experientes, que passam coisas novas. Sempre bom absorver isso. Estou preparado e se precisarem de mim no domingo eu estou preparado”, ressalta.

 

Aos 22 anos, Léo teve passagens por empréstimo em algumas equipes, como Penapolense, Paysandu, Mogi Mirim, mas destaca o período no Audax, como um fator importante na carreira. “Fui emprestado algumas vezes e por onde passei pude mostrar o meu valor. A última foi no Audax, com o Fernando Diniz, com quem eu reaprendi a jogar futebol. Deus colocou ele na minha vida e ele me ajudou bastante. Foi bastante gratificante”, avalia o atleta.

 

Para o meia, o ‘reaprender’ a jogar vem na forma em que pode atuar em diversas posições e conseguiu um bom rendimento em todas elas, na opinião do atleta. Além de destacar o técnico Fernando Diniz, Léo comenta o período em que trabalhou com o Tite, técnico da seleção brasileira.

 

“O Tite é fora de série. Tive a oportunidade de trabalhar com ele, me deu oportunidade e espero ter chances com o Kleina também”, reforça o jogador, que completa a respeito do Campeonato Brasileiro. “Não podemos dispersar. São jogos muito difíceis e temos que sempre pontuar, dentro e fora de casa, para que lá na frente não falte nenhum ponto para nós”.

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS