Kleina lamenta derrota para o SP, mas destaca:“Vamos levantar a cabeça pra nos reabilitarmos na 4ª”

Foto:PontePress/DiegoAlmeida

 

A derrota para o São Paulo em casa teve um sabor amargo para a Ponte Preta, que via o adversário vencer nos minutos finais de uma partida na qual a Macaca saiu na frente. Agora em terceiro lugar na chave (ainda a três do líder Red Bull Bragantino, que perdeu ontem, e a um do vice-líder Santos), a equipe promete empenho total para derrotar o Botafogo-SP na noite desta quarta-feira (16).

“Ficamos muito tristes com a virada, nosso torcedor veio e nos apoiou, e não conseguimos fazer a segunda vitória seguida em casa, em um jogo em que vencíamos até os 41 do segundo tempo, íamos ganhar três pontos e não levamos nenhum. Mas agora vamos nos recuperar, levantar a cabeça e rever os erros para corrigir tudo e nos reabilitarmos na quarta-feira. Com todo respeito ao Botafogo que está jogando bem fora de Ribeirão Preto, mas que a gente possa reagir o mais rápido possível e vencer diante da nossa torcida”, diz GK.

Kleina faz uma análise do jogo de domingo. “Nós estávamos fazendo um trabalho defensivo muito forte, tínhamos analisado o São Paulo e vimos que colocavam muito volume e cruzamento na área, tanto que foram felizes neste quesito até o empate deles: estávamos fazendo muito bem as coberturas, preenchendo, tínhamos superioridade na última linha. Tanto no primeiro e no segundo tempo mantivemos isso, tivemos grandes transições, saímos na frente e tivemos chance de ampliar”, afirma.

Ele conclui a avaliação. “Infelizmente, por câimbras e desgastes perdemos nosso lado esquerdo com o Léo e o Jean que estavam encurtando muito bem. Tentamos neutralizar e infelizmente não conseguimos manter a intensidade nas trocas. Perdemos para qualidade no primeiro gol e tivemos uma infelicidade do segundo, o erro é de todos nós. Mas essa derrota te que ser um aprendizado. Quarta é outro tipo de jogo, temos que trabalhar emocional e focar para poder vencer”, enfatiza.

O treinador acrescenta que não pode se pensar que tudo é terra arrasada em virtude do resultado. “Ninguém quer perder, ainda mais do jeito que foi, e a derrota faz parecer que está tudo errado, o que não é verdade. Precisamos ter equilíbrio maior e trabalhamos sempre pensando no melhor. Queria muito o resultado, mas agora é fazer de tudo para melhorar para quarta-feira, que será um jogo em que o adversário vai querer esperar erro e temos que ter tranquilidade, sermos mais inteligentes e chegar com confiança para vencer”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS