Juninho comemora chance entre os titulares, valoriza polivalência dentro da equipe e espera vitória no Maranhão

 

 

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

Um dos grandes destaques da equipe na temporada passada, o volante Juninho ainda tem buscado se firmar entre os 11 titulares de Guto Ferreira em 2015. O atleta sabe que tem a confiança do comandante pontepretano, que o utiliza tanto de volante e lateral-esquerdo. Confirmado para o confronto diante do Moto Club pela Copa do Brasil, nesta quinta-feira (07), em São Luis-MA, Juninho quer aproveitar a chance.

“Temos que estar preparados. Acho que temos um jogo super difícil, em um campo grande e pesado. Descanso nessas horas faz parte também do trabalho. Mas é importante para o jogador sempre estar aparecendo dentro de campo. Se tiver que viajar todas no Brasileiro e Copa do Brasil, vou viajar feliz”, afirma o atleta, que deve atuar no meio campo. Mas se precisarem usá-lo em outra função, também está preparado.

“É especial voltar a jogar no meio de campo, porque volante é a minha posição de origem. Mas acho que, como já disse, independentemente da posição estou aqui para ajudar o grupo. Onde o professor optar por mim, vou dar o meu melhor”, explica Juninho, que ressalta essa sua versatilidade.

“O futebol hoje em dia pede isso para o jogador. Me sinto importante para a equipe. Já trabalhei com o Guto também em outras equipes e em outras posições. Comigo o que menos importa é a posição. O que nos interessa é jogar e poder ajudar”, ressalta.

Para a partida diante do Moto Club, a equipe deve ter a presença de jovens atletas, que não estão acostumados a uma partida profissional. Quanto a isso, o volante diz que os mais experientes tem o papel de ajudar os garotos e assim fazer o time sair vencedor no Maranhão. “Tem uma mescla boa. Tem jogadores novos e experientes. A melhor forma é passar tranqüilidade para os meninos. Temos que deixá-los tranqüilos, para que não sintam o peso da estréia. O objetivo é vencer a partida. Se saírem os gols será de forma natural. Vai depender muito da nossa atuação. Temos que ir lá e fazer um bom jogo para sair com um grande resultado”, afirma.

Nesta partida os atletas não terão ao lado do campo a presença de Guto Ferreira, mas sim do auxiliar Alexandre Faganello. “Levaremos na mesma seriedade. Não importa quem estará comandando, se é o Guto, o Alexandre ou o André Luis. Tem que ter profissionalismo da nossa parte. É uma oportunidade para nós que não estamos jogando e, se quisermos estar entre os titulares, temos que aproveitar nossas oportunidades”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS