Juninho dá o tom para o próximo jogo: temos que impor o nosso ritmo e conquistar a primeira vitória em casa

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

A ansiedade da estreia já passou. Após o revés em casa contra a Portuguesa, a Macaca foi até o Alianz Parque e garantiu uma vitória maiúscula contra o Palmeiras, depois jogou fora de novo e mesmo sobdesgaste pontuou contra o Botafogo. A ordem agora é buscar os primeiros três pontos no Majestoso nesta quinta-feira, às 21 horas, e o volante Juninho prega seriedade e atitude para a Ponte imprimir seu ritmo contra o Marília.

“Em casa não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória, vamos nos concentrar. Não é porque o Marilia não pontuou até agora que nós vamos pensar que vai ser fácil. Acredito que eles vão vir para complicar, igual a Portuguesa veio. Temos 90 minutos para ganhar o jogo. Temos que fazer o nosso jogo, impor nosso ritmo para ir bem”, diz.

Juninho diz que a primeira partida em casa não foi tão ruim e sim prejudicada pelo desentrosamento. “Acho que rolou aquela ansiedade da estreia contra a Portuguesa, mas a gente vinha bem no jogo. Não fizemos uma partida desastrosa, foi infelicidade nossa e o gelo foi quebrado naquele jogo.”

Ele também elogia o companheiro de posição Fernando Bob e quer uma vitória na quinta para recuperar a confiança da torcida pontepretana “O Bob tem uma qualidade indiscutível. É fácil jogar do lado dele. É um jogador inteligente e isso facilita. Agora dentro de casa não podemos mais perder ponto. Precisamos vencer o mais rápido possível para recuperar a confiança da torcida”.

 

A Macaca está no Grupo 2 do Campeonato Paulista, com quatro pontos ganhos, na quarta posição. A equipe tem uma vitória, um empate e uma derrota.
 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS