Após classificação para a semifinal da Copa Total Sul Americana, Jorginho prega humildade para que Ponte consiga alçar voos mais altos

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/VictorHafner

 A Ponte Preta conquistou a vaga para a semifinal da Copa Total Sul-Americana e o técnico Jorginho não escondeu a alegria em ter entrado para a história do clube. Mas, sempre com discurso bem realista, o treinador fez questão de salientar que o time ainda tem um longo caminho pela frente, tanto para sair da zona de rebaixamento no Brasileiro quanto para chegar às finais da competição internacional.

 “Não tenha dúvida que é uma satisfação, uma alegria nós vermos que o trabalho está surtindo efeito. Eu acho que os atletas são os responsáveis por isso. Eles entenderam a forma de trabalhar e o grupo está muito comprometido em sair da zona derebaixamento e de fazer um trabalho muito bom na Sul-Americana. Mas não ganhamos nada e temos que nos manter focados, porque temos o São Paulo pela frente e é uma pedreira”, afirma o comandante da Macaca, que falou sobre a filosofia que procurou que a equipe implantasse diante do Vélez Sarsfield ontem.

“A equipe foi muito bem. A proposta era de conseguir encaixar um contra-ataque com o Rildo e o Elias, e foi o que aconteceu. Conseguimos nosso objeitvo que era fazer um gol e depois fomos premiados com um golaço do Fernando Bob. A equipe está de parabéns. Em casa já tinha sido difícil contra eles, pois têm uma equipe qualificada. Mas jogamos por uma bola e conseguimos duas”, comemora Jorginho.

Apesar do bom resultado, o técnico reforçou a qualidade do próximo adversário da equipe pela Copa Total Sul-Americana , mas sem desvalorizar os seus comandados.“Com certeza a equipe do São Paulo é mais experiente em torneios como esse. Sabemos que será uma parada difícil. Tivemos dificuldade pelo Brasileiro, quando não conseguimos ganhar deles. É uma equipe em ascensão, tem um dos melhores treinadores do futebol brasileiro. Apesar de nós jogarmos o segundo jogo em casa vai ser muito difícil, mas acreditamos. Claro que é possível vencer esse jogo, mas sabendo o quanto vai ser difícil. É possível passar para a final”, diz o confiante Jorginho.

Ele completa afirmando o quanto tem sido importante a equipe estar indo bem na competição internacional e em um processo de ascensão no Campeonato Brasileiro. “Eu acho que a Sul-Americana tem sido uma motivação a mais para os atletas no Brasileiro. É claro que ocansaço não é fácil. Estamos procurando revezar alguns jogadores. O Adrianinho queria muito jogar esse jogo. E eu expliquei a ele que o rendimento dele e do Elias tem se mantido porque temos feito esse revezamento. Os atletas tem entendido essa situação e mesmo com alterações de um jogo para o outro estamos mantendo o mesmo nível. Não temos uma equipe extraordinária, mas uma equipe muito amiga, comprometida com o objetivo. Temos visto o sofrimento do torcedor. São 113 anos sem ganhar um título e sonhamos com isso. Para quem estava há cinco rodadas atrás oito pontos atrás da zona de rebaixamento e hoje estar há dois pontos é importante. Acredito que vamos chegar no nosso objetivo. Nos mantendo simples, humildes, entendendo quem somos, que temos limitações e temos que jogar com elas.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS