Jorginho: “De todo coração, peço perdão à torcida por a gente não ter conquistado um título tão esperado”

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

“De todo coração, peço perdão por a gente não ter conquistado um título tão esperado. Não conseguimos isso e chegamos tão próximo. Infelizmente ontem a equipe não jogou, não conseguiu repetir boas atuações.  “Com estas palavras o técnico Jorginho se dirigiu à torcida pontepretana pedindo desculpas pela derrota diante do Lanús, no estádio La Fortaleza, que deixou a Ponte como vice-campeã da Copa Total Sul Americana.

O treinador considerou o resultado de 2 a 0 justo pelo que se viu em campo. “Não foi por falta de vontade,  entrega, coração de nossos atletas. Os jogadores do adversário  foram superiores e mereceram a vitória e o título. Nós não conseguimos repetir as atuações que fizemos contra Velez e São Paulo fora de casa. O Lanús nos pressionou e não conseguimos sair nos contrataques, ligar os ataques rápidos com o Rildo,tomamos um gol relativamente rápido e isso atrapalhou bastante nosso planejamento de segurar o resultado no primeiro tempo”, diz.

Jorginho acrescenta que o time argentino soube explorar o fator casa. “A equipe deles realmente veio para cima, usaram muito bem o Santiago Silva, a forma dele jogar dificultou muito pra gente. Procuramos dar o nosso melhor mas infelizmente isso não aconteceu”, reforça.

O treinador diz ainda que os atletas que atuaram ontem devem tirar uma lição da derrota. Que “Que sirva de experiência, a gente aprende muito com a derrota e falei aos jogadores para que tomem como lição naquilo que viram que não deu liga, possam estar atentos, observar, rever o jogo e ver o que foi feito de certo e o que foi feito de errado para que no futuro possam tomar decisões melhores.”

Sobre permanecer no cargo para o Paulista, o comandante revela que não definiu ainda o destino que tomará. “Para mim conta muito o planejamento e sabemos que a verba vai reduzir consideravelmente no ano que vem, então ainda vamos conversar. Neste momento é difícil falr sobre isso, existe uma tristeza muito grande, mas vamos conversar, provavelmente até na própria viagem de volta a Campinas, para saber sobre minha permanência ou não”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS