Apesar de derrota, técnico Jorginho quer equipe ligada para a sequência de jogos da equipe: não é hora de jogar a toalha

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

A noite desta quarta-feira (13) foi muito ruim para a Ponte Preta. A derrota para o Goiás, por 2 a 0, fora de casa, manteve difícil a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Mas o improvável não é impossível e é com esse espírito que o técnico Jorginho tenta fazer com que seus comandando continuem focados na busca de uma fuga da zona de rebaixamento.

“Claro que é um sentimento de frustração, de tristeza, todo o grupo está bem abalado, mas ainda não é impossível. As chances diminuem bastante, principalmente devido a outros resultados. Mas não é hora de jogar a toalha. Temos que estar ligados. No domingo temos um jogo importante contra o Cruzeiro. E temos a Sul-Americana. Temos que estar com a cabeça no lugar, com equilíbrio emocional para que não perdemos nosso foco”, afirma Jorginho.

Ele não esconde o quanto ficou chateado ficou com os gols sofridos pela equipe. “Ficamos inconformados porque tomamos gols em jogadas que estudamos. Vimos o vídeo, alertamos, mas infelizmente quando acontecem erros o adversário aproveita. O Sasha acertou um belo chute, foi muito bem naquele lance, mas era um lance que já tinhamos premeditado e não tenha dúvida que temos que corrigir essa situação. O problema é que a corda está apertando cada vez mais e está chegando um momento em que se torna impossível.”

Jorginho reforça que a equipe estava bem na partida, mas acabou falhando quando não devia. “O jogo estava controlado. Na realidade o Goiás aproveitou a nossa falha e aí conseguiu, através do primeiro gol, crescer no jogo e fazer o segundo. Na etapa final tivemos oportunidades com a entrada do Rildo e do Ratão, mas infelizmente a bola não entrou”, diz o técnico, que tenta recuperar o ânimo dos atletas para essa reta final de competição.

“O momento é de tentar fazer com a que a cabeça fique no lugar. É um momento difícil, temos que analisar o material que temos na mão e fazer o que tem de melhor neste final de temporada”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS