Após derrota em casa, Jorginho foca no próximo compromisso: precisamos passar por cima dos obstáculos, não adianta ficar pensando naquilo que já passou

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuillhermeDorigatti

Neste domingo (10) a Ponte Preta perdeu para o Vitória por 3 a 0, no estádio Moisés Lucarelli. Com o calendário lotado de jogos, o treinador Jorginho destaca a importância de já pensar na próxima partida do time, no meio da semana, para manter vivas as chances de ficar na série A para 2014. “Precisamos passar por cima dos obstáculos.Não adianta ficar pensando naquilo que já passou. Temos que pensar no Goiás e procurar descansar os atletas para podermos suportar essa maratona.”

 

Na avaliação do comandante da Macaca, foi justamente o cansaço provocado pela sequência de jogos o principal motivo da derrota alvinegra. “O jogo de quinta foi muito desgastante, depois tivemos uma longa viagem. Chegamos aqui com a bela recepção da torcida e fomos todos dormir muito tarde. Entramos em campo com menos de 72 horas do término do jogo na Argentina. A recuperação é lenta, por mais que a gente queira superar, a coisa vai acumulando. Ainda por cima encontramos um clima de 34 graus, que favorecia muito mais para o Vitória que está acostumado com esse calor o tempo todo, e não só de vez em quando como é aqui”, diz.

 

Na avaliação do treinador, o elenco se esforçou, mas se viu limitado fisicamente em virtude da fadiga e do calor. “É perceptível que o jogador queria, mas não conseguia. A cabeça estava querendo, mas o corpo não obedeceu. Contra o Vitória nós chegamos atrasados em todos os momentos e não diminuímos o espaço, foi assim que sofremos os gols. Vamos trabalhar forte com os departamentos de preparação física e fisiologia para recuperar o grupo ao máximo”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS