Jorginho credita bom momento da equipe à atitude dos atletas e exalta confiança em sair do rebaixamento

Crédtio obrigatório para reprodução da foto
PontePress/DJotaCarvalho

Após a importante vitória da Ponte Preta, sobre o Botafogo-RJ, no Maracanã, o técnico Jorginho fez questão de salientar o quanto os atletas estão comprometidos em tirar a Macaca dessa situação difícil no Campeonato Brasileiro. “São as atitudes dos meus atletas que estão começando a mudar o quadro. A atitude deles dentro de campo que torna possível um resultado como o de ontem, mesmo jogando contra uma grande equipe, contra um dos grandes técnicos do futebol brasileiro, que é o Oswaldo Oliveira. É um mestre para mim, foi o meu treinador no Vasco da Gama em 2000, quando fomos campeões”, diz.

 

O comandante alvinegro enfatiza como que a Macaca foi guerreira todo o tempo.”Nós marcamos muito forte, mas eles mandaram no jogo. Nós achamos um gol pela vontade. Foi pela determinação da nossa equipe que conseguimos essa vitória”, afirma o treinador, que também pontua que a vitória da Ponte é consequência de um trabalho que está sendo entendido pelos atletas.

 

“Na realidade, já vinhamos jogando bem alguns jogos. Não merecíamos ter empatado contra o Flamengo, não poderíamos ter perdido aquele dois pontos. Perdemos para o Atlético-PR, mas merecíamos o empate, porque eles fizeram o gol e depois só deu a Ponte no jogo. Tivemos ainda duas vitórias importantíssimas contra Corinthians e Deportivo Pasto e a equipe está entendendo que é possível, sim. Nós acreditamos que vamos sair dessa situação.”

 

O treinador elogia ainda o comprometimento do grupo. “Todo crádito é para a disposição e a disciplina dentro de campo. Por mais que se monte um sistema tático, se não tiver essa disposição dentro de campo, se você não vê essa vontade dos atletas em querer participar e de querer fazer o que você está pedindo, não adianta. Todo o crédito vai para eles”, diz..

 

Na opinião de Jorginho, a Ponte cada vez mais está vendo sua situação no campeonato melhorar. Com o resultado de ontem, chegou a 22 pontos e na terça-feira pode construir mais uma vitória diante de sua torcida – contra o Náutico, que ontem venceu o Coritiba por 3 a 0 – desde que mantenha os pés no chão e o empenho que vem mostrando.

 

“A cada possibilidade que nós conquistamos três pontos, dependendo dos demais resultados que aconteceram, vamos chegando mais próximos do que estão fora da zona de rebaixamento. Nosso objetivo é claro esse ano: fugir da série B e, quem sabe, sonhar com a Sul-Americana, onde tivemos um bom resultado, mas sabemos que falta muita coisa e vai ser pedreira jogar em Pasto. Então temos esse objetivo. Não tem nem como pensar em números agora, temos uma semana terrível: terça, quinta e domingo nós temos jogos. Precisamos pontuar e é uma semana decisiva para nós”, explica.

 

Ele finaliza agradecendo não só os atletas como a Ponte Preta como um todo pela recepção, compreensão e confiança que vem tendo desde sua chegada a Campinas.  “Fui muito bem recebido aqui. É impressionante o respeito que essa diretoria está tendo comingo, com meu trabalho. Chegamos aqui e perdemos quatro jogos seguidos. E todos respeitando, acreditando no trabalho e os jogadores também. Quando você olha para o atleta e percebe que ele acredita em você. Quero agradecer ainda a torcida, em especial a que esteve presente no Rio, sempre nos incentivando. Acreditamos sinceramente que vamos sair dessa zona de rebaixamento”, reforça.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS