Torcedores que participarão do Jogue no Majestoso, nesse domingo, se encontrarão com o ex-atacante Monga

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/ThiagoToledo

Após a conquista do acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro e com a perspectiva de título ainda possível, o torcedor da Ponte Preta pode encerrar o ano com chave de ouro atuando em pleno Moisés Lucarelli. Neste domingo, dia 30, acontecerá a primeira edição do Jogue no Majestoso, onde torcedores poderão viver um dia de atleta. Para este evento, promovido pela Ponte Preta Tour, agência de viagens e eventos oficial do time, está confirmada a presença de Monga, grande nome da Macaca nos anos 80 e 90.

Considerado um atacante de muita raça e determinação, Gilberto Manoel de Almeida, o Monga, está marcado na memória do pontepretano como um atleta que se doava os 90 minutos, honrando as cores da Associação Atlética Ponte Preta. Após parar de jogar, Monga ainda teve mais uma passagem pela Macaca, atuando como técnico das categorias de base.

Em 2011, demonstrando a forte ligação que ainda mantinha com o clube, mandou instalar um outdoor em Campinas parabenizando a Macaca pelo acesso conquistado naquele ano e declarando seu amor ao time. No painel, mandou escrever: “Obrigado, Ponte Preta, por fazer parte da minha vida. Parabenizo a todos os pontepretanos pelo acesso”.

Durante o Jogue no Majestoso, os torcedores conhecerão as dependências do estádio, ganharão uniforme oficial e assistirão a preleção do ídolo, tudo antes de demonstrarem todo seu futebol. Os interessados em participar desse histórico evento devem se apressar. Há poucas vagas restantes nos seis times que serão formados. O valor para jogar no Majestoso é de R$ 590 para sócios-torcedores e R$690 para não associados.

Maiores informações, podem ser obtidas através do site www.joguenomajestoso.com.br, pelo email[email protected] ou através dos telefones (11) 4003 – 6642 / (11) 3588 – 4510.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS