Campeões no México e na Copa Hitachi, meninos do SUB12 e SUB14 serão homenageados neste domingo no Majestoso; franquias já trouxeram sete alunos para a Base

Quem vier ao jogo contra o Flamengo na manhã deste domingo irá presenciar um tributo às equipes SUB12 e SUB14 da Macaca, respectivamente campeãs da Copa Santos Peñolles no México e da Copa Hitachi, e às Escolinhas de Futebol da Macaca – os meninos entrarão em campo no Majestoso para serem homenageados pela Ponte e torcedores presentes. Uma homenagem mais que merecida, afinal, se a Base da Ponte Preta mostra cada vez mais sua força ( além de revelações no time profissional, o atleta Erick Rosales acaba de ser convocado pra Seleção Brasileira SUB17), isso não ocorre à toa. Parte deste sucesso é fruto dos trabalhos das Escolinhas da Ponte Preta, que hoje se espalham por todo o Brasil e ajudam a captar atletas para a Base alvinegra

 “Há três anos começamos o projeto com as franquias das Escolinhas da Ponte Preta, juntamente com o hoje vice-presidente Giovanni Dimarzio (atual vice-presidente), o diretor de Base Francisco Alvarenga e o falecido conselheiro  João Fantinatti. Este projeto tinha como objetivo fortalecer ainda mais a marca Ponte Preta, captar novos torcedores e a captação de novos talentos. Devido ao sucesso do projeto, já estamos colhendo frutos”, diz Ricardo Almeida, coordenador das franquias.

 Ele ressalta que, além do sucesso ddo SUB12 e 14, que são escolinhas da Macaca, hoje a Base já tem sete ex-alunos das franquias como atletas – Juninho, Felipe, João Vitor, Antonny, Diego, Luís e Luan. “O objetivo da homenagem deste domingo é fazer com que nossos atletas aumentem ainda mais suas raízes dentro do clube e se aproximem da nossa torcida, que é fantástica. Tenho certeza que o sucesso do projeto é a integração das franquias com as categorias de Base”, diz Almeida. Que além de coordenar as franquias também participa da coordenação da Base juntamente com o Rodrigo Leitão.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS