Hermanos da Ponte mostram caminho da Copa Sul-Americana

Hermanos da Ponte mostram caminho da Copa Sul-Americana



Confiantes de que passarão pela primeira fase, Ramirez e Brian Sarmiento destacam a importância do torneio para a história da Macaca





Pela primeira vez na história dos seus 113 anos, a Ponte Preta irá disputar uma competição internacional. Após eliminação na Copa do Brasil diante do Nacional-AM, a equipe garantiu sua vaga para a Copa Sul-Americana na posição Brasil 3 e fará sua estreia diante do Criciúma que se classificou na posição Brasil 6.

Para a disputa do torneio, a Ponte conta com três atletas vindos de outros países da América Latina. O meia Ramirez (foto acima/crédito: Guilherme Borges – Pontepress) e o lateral-direito Advíncula são do Peru e o meia Brian Sarmiento vem da Argentina. O lateral-direito inclusive atuou na partida de ontem pela Copa do Brasil. Já os meio-campistas treinaram aqui em Campinas e veem a competição com bons olhos.

“A verdade é que a Sul-Americana é um torneio de alto nível. Acho que vai ser muito importante para a instituição Ponte Preta participar e de se fazer conhecer a nível internacional. Para nós jogadores é aproveitar o máximo”, afirma Ramirez.

O argentino também acredita que o time pode fazer um grande papel na competição. “A Ponte pode encontrar equipes muito boas. Tenho certeza que será uma bonita experiência para este plantel e para o clube. Vendo o potencial que temos no grupo e com os reforços que vão chegando, podemos conseguir coisas boas”, diz Sarmiento, que acha que pode ajudar muito a equipe. “A verdade é que buscarei por toda a experiência que tenho em partidas de seleção e em campeonato argentino. Vou tentar fazer o melhor pela equipe”, reforça o meia.

Já Ramirez vem sendo convocado constantemente para a seleção peruana e compara os jogos que disputa pelo seu país, com o que vai encontrar na Copa Sul-Americana. “Da para fazer um paralelo entre as duas competições. Nos últimos tempos atletas que estavam na Europa estão voltando e isso dá um nível maior aos jogos aqui na América do Sul. Mesmo assim, acho que as Eliminatórias estão um passo à frente, pois reúne os principais de seus países”, diz Ramirez, que conclui, “Trata-se de uma competição com bons times. Venezuela, Peru, Bolívia e Paraguai têm times que evoluíram muito e considero, futebolisticamente falando, que o nível do Uruguai está mais nivelado com os de Brasil e Argentina”.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS