Hélio dos Anjos diz que semana será focada no Água Santa: “Jogo decisivo, temos de ser mais fortes”

Foto:PontePress/DiegoAlmeida

 

Após conquistar um ponto importante fora de casa, contra uma equipe que está entre as quatro melhores na classificação geral do Paulistão, a Ponte Preta voltou ainda na noite de ontem de Mirassol e se reapresenta nesta segunda (28) para iniciar a semana cheia de treinamentos. O próximo compromisso é às 20h30 de sábado (5) no Majestoso, contra o Água Santa: um jogo “de seis pontos” para garantir o quanto antes a manutenção na série A1 do Paulista de 2023.

“Teremos um jogo decisivo contra o Água Santa e temos que estar muito mais fortes e com mais empolgação , até porque estou certo que teremos a força da nossa torcida no estádio. Contra o Mirassol tivemos um ótimo comportamento, competimos, guerreamos, mas sabemos o que temos que melhorar. E uma das coisas é a mobilidade ofensiva, vamos treinar muito na semana”, diz o técnico Hélio dos Anjos.

O adversário do próximo sábado ainda não jogou nesta rodada (enfrenta o São Paulo na tarde de segunda) e tem sete pontos, um a menos que a Macaca, podendo alcançar até dez dependendo do placar contra o time paulistano. Independentemente deste resultado, a Ponte permanece fora da zona de rebaixamento nesta semana, mas uma vitória no sábado deixa a Macaca mais tranquila e pode até mesmo fazer a alvinegra ganhar posições no grupo, já que Santo André e Santos têm dez pontos.

Para garantir uma Macaca competitiva, Hélio dos Anjos quer aproveitar ao máximo os treinamentos da semana para que a equipe possa evoluir e crescer dentro dos preceitos que acha necessários implementar, porém já antecipa que não se trata de ter um time com a “cara” dele.

“O comportamento já está do jeito que eu acredito ser necessário, mas temos que melhorar a  qualidade física, a qualidade técnica e a qualidade tática, e vamos fazer isso. Mas o time não tem que ter a minha cara, time não tem que ter cara de treinador. Nossa equipe tem que ter a cara da Ponte, a cara da torcida, de um time que sempre foi guerreiro, sempre foi dedicado”, pontua.

O treinador finaliza falando um pouco sobre o empate de ontem. “Nós aproveitamentos muito bem os dois dias de convivência e não foi nem questão somente de treinamento. Fiquei feliz com o comportamento da equipe ontem. Projetamos um tipo de jogo que fez com que a gente prevalecesse em vários itens, superiores ao Mirassol: tivemos mais posse e interceptações, que mostram que o sistema defensivo se comportou bem. Conseguimos projetar um estilo, com marcação mais adiantada e agressiva. Fizemos um jogo de mais imposição e se a gente não tivesse um comportamento como o de ontem, competindo e guerreando, teríamos perdido para o Mirassol, que tem um grande time.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS