Guto lamenta chances perdidas contra São Paulo e avalia o que pode ser melhorado

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/VictorHafner

O técnico Guto Ferreira, assim como todo o grupo pontepretano, lamentou a virada que a equipe sofreu diante do São Paulo neste domingo (15). Para o treinador, os gols perdidos pelo time ontem proporcionaram à equipe da capital a possibilidade de vencer a partida.  O elenco se reapresenta na tarde desta segunda para uma semana cheia de treinamentos, já que o próximo compromisso, contra o Bragantino, é só no final de semana.

“O sentimento é péssimo. Eu uso a frase do próprio Muricy: ‘A bola pune’. Não tivemos a competência de empurrar para dentro as chances que tivemos. Se formos analisar os dois gols deles, foram apenas isso. Nós tivemos uma quantidade maior de chances, mas o que vale é o que passa pela linha e para nós só passou uma”, diz Guto, que avalia o que tem faltando à Macaca, para ter um melhor futebol.

“A Ponte não tem conseguindo alcançar um equilíbrio o tempo todo, dentro da intensidade que aplica na partida. Para isso ela precisa fazer mais gols. Uma série de coisas acaba atrapalhando e aí chega uma condição de tomar um empate ou pior. O Rildo está há mais de um mês que não joga e tive que tirá-lo ontem por precaução. A equipe caiu de rendimento. Deixamos de matar. E quando você não mata, acontece o que ocorreu”, explica.

O técnico também afirma que vai buscar melhorar o desempenho do time. “Cada jogo é um jogo. Precisamos buscar o tempo todo situações que acrescente. Temos uma linha de pensamento e logicamente vamos trabalhar em cima para consertar erros e aperfeiçoar as situações, em busca de melhoria”, afirma.

Guto finaliza comemorando o fato de ter a semana cheia para executar os treinos antes do próximo embate. “Todo tempo de trabalho é muito importante. Temos que buscar fazer melhor ao longo da semana, para fazer um grande jogo contra o Bragantino”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS