Guto Ferreira enaltece postura de entrega dos jogadores e apoio da torcida no empate diante do Paraná; equipe folga nesta quarta e quinta

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem:
PontePress/Guilherme Dorigatti

 

A Macaca conquistou um empate heroico de 2 a 2 na noite dessa terça-feira (30) diante do Paraná. Após terminar o primeiro tempo perdendo por dois gols, a Ponte lutou até o fim buscando o resultado e conquistou mais um ponto para a tabela de classificação. Para o treinador Guto Ferreira, o grande trunfo alvinegro para a reação foi a atuação da torcida nas arquibancadas do Majestoso.

“A torcida foi fantástica, inclusive aplaudindo o time na saída do primeiro tempo com o placar adverso. Só tenho o que agradecer ao torcedor, eles foram fantásticos e mereciam a vitória. Infelizmente ela não veio, mas já provamos que alguns momentos que parecem tropeços na realidade são momentos de amadurecimento para coisas maiores que virão.”

O comandante pontepretano considera que a postura dos jogadores durante todo o jogo foi merecedora da vitória. “Encaramos uma equipe que veio no propósito de jogar no nosso erro e tentando bloquear todo o nosso sistema de criação. Apesar disso, a gente chegou em situações reais de gol, mas a presença do goleiro e alguns erros de finalização não permitiram que fizéssemos o gol e acabamos sofrendo gols no final do primeiro tempo que nos custaram muito caro. Depois voltamos bem e fizemos o gol cedo e demonstramos um poder de entrega e reação muito grande para poder empatar”, finaliza Guto Ferreira.

Folga do elenco

Após uma sequência de oito jogos em 25 dias a Ponte Preta finalmente vai ter uma folga na tabela do Campeonato Brasileiro da Série B. Como só volta a campo na próxima terça-feira (07) contra o BOA em Varginha, o elenco alvinegro ganhou esta quarta-feira (01) e a quinta-feira (02) de folga.

O grupo volta aos treinamentos na sexta-feira (03) para trabalhar em dois períodos no Centro de Treinamento do Jardim Eulina e no estádio Moisés Lucarelli.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS