Após primeira vitória no Brasileiro 2015, Guto Ferreira diz que 1 a 0 diante do São Paulo foi justo e valoriza elenco pela grande partida contra o rival

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

O técnico Guto Ferreira se mostra feliz com a primeira vitória no Brasileirão 2015, diante do São Paulo pelo placar de 1 a 0 – após a partida, o elenco recebeu folga nesta segunda e se reapresenta amanhã. Para o comandante pontepretano, o resultado, apesar das inúmeras chances criadas e não-convertidas, foi justo e ele está contente com o rendimento do time.

“Costumo dizer que é difícil de falar se merecemos, porque nós criamos, mas nós não fizemos. Tivemos um cara lá atrás do time deles que, em que pese a idade, fez uma partida espetacular, que foi o Rogério Ceni. Fez pelo menos cinco defesas incríveis. E isso mostra mais ainda como fizemos uma grande partida. Muita aplicação tática, humildade na hora de marcar, de muita entrega e inteligente na hora de jogar", diz.

Para Guto, o time soube aproveitar os espaços que criou em cima do São Paulo. "E fomos precisos, com um belo gol do Cajá. O São Paulo teve um lance de saída de gol do Marcelo e depois chutes de fora, porque mesmo jogo aéreo nós dominamos. A equipe conseguiu dar a resposta que precisávamos. Estou muito contente pela primeira vitória, pelo jogo que fizemos e pelos degraus que estamos conquistando na competição”, afirma o treinador, que busca valorizar todo o elenco.

“Foi muito bom o trabalho da nossa linha de quatro defensiva. Os volantes, a equipe defensivamente foi muito coesa. E ofensivamente também foi muito boa. Haja vista que criou inúmeras chances de gol. Criou esperando e contra-atacando e criou também com o São Paulo bem postado. Inclusive o gol foi em uma situação que o São Paulo estava postado , roubou a nossa bola e nós pressionamos e eles acabaram entregando e acabamos fazendo o gol. Isso mostra que a Ponte não é só uma equipe que joga no erro do adversário, mas busca quebrar as linhas do oponente, ser incisiva e busca incessantemente o gol”, explica o técnico.

Guto Ferreira também faz uma análise sobre o atual sistema de jogo que tem atuado, mas faz a ressalva de que pode fazer modificações. “Para esse jogo a formação foi dessa maneira. Temos a opção de daqui a pouco fechar um pouco mais a equipe também. O plantel permite isso. Nesse momento optamos por essa estratégia e essa estrutura de equipe. Temos duas pelo menos treinadas, e aí, dependendo da situação, escolhera melhor que possamos utilizar”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS