Após derrota para Figueirense, Guto Ferreira mostra preocupação com equipe e cobra melhora para voltar a vencer: não adianta dar desculpas, temos que reverter no campo

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

O técnico Guto Ferreira mostoru muito descontentamento após a derrota da Ponte Preta para a equipe do Figueirense, na tarde deste domingo (02). Para o treinador, a equipe jogou aquém de seu potencial e por isso Guto cobra uma postura melhor do seu time. Segundo o técnico, o time tem oscilado e após a boa partida contra o Inter, na rodada retrasada, não podia apresentar um futebol abaixo daquele,  como o que mostrou de ontem. O comandante analisa a partida e espera que a boa fase retorne.

“O jogo não foi nada bom para nós. Fizemos um primeiro tempo ruim. Tomamos o gol logo cedo e a equipe não pode sentir essa situação. No final do primeiro tempo criou duas situações de gol, mas não empurrou para dentro. No segundo tempo marcamos bem, fizemos o gol cedo e adiantamos a marcação. Trocamos o Josimar, que tinha cartão amarelo, assim como o Bob, mas tinha que fazer a opção por um. Pusemos o Juninho para dentro e o time conseguiu ter uma pegada maior e uma saída mais aguda pelo lado esquerdo também. E isso deu uma tônica e a equipe fez o gol de empate diz.

Na sequência, afirma Guto, a Macaca  criou a situação para fazer o segundo gol “Mas quando estava melhor, algumas alterações que o Argel deram efeito e no escanteio, em um vacilo total, em uma bola que estava marcada, treinada e foi vazada. Essa situação de tomar o gol faltando 15 minutos para terminar a partida fez com que fossemos para o tudo ou nada. O terceiro gol foi consequência disso aí e optamos por tirar o Borges, colocando alguém com mais velocidade, que pudesse conseguir fazer algo diferente”, explica.

Guto não esconde a decepção com a derrota. “Eu acho que realmente ficou bem abaixo, é uma situação que preoucupa sim. Embora ainda estejamos há cinco pontos da zona de rebaixamento, temos que voltar a vencer. O que preocupa não é a distância, mas sim a equipe. A equipe não pdoe fazer a partida que fez contra o Inter e não vencer, e depois neste domingo jogar abaixo. Já é a segunda partida fora de casa que fomos mal. Contra o Joinville não jogamos nada bem, mas trouxemos o empate. Ontem não. É uma situação que tem que ser refletida, que tem que melhorar, porque temos que voltar a vencer a qualquer custo”, enfatiza.

O treinador também fala sobre atuar no estádio do adversário. “Jogar no Orlando Scarpelli é totalmente atípico. Aqui tem uma característica própria que é o vento, e no primeiro tempo tivemos muitas dificuldades. Erramos demais o tempo de bola. E sempre com o vento a favor é vantagem para a equipe. Subimos a marcação no segundo tempo porque estávamos com o vento a favor. Tomamos um gol muito cedo. O que não deu a equipe aquela confiança do início. Pelo contrário. A Ponte começava a se encontrar com quatro minutos de jogo, acabou tomando o gol e teve um baque. No segundo tempo melhorou, empatou, mas também depois dos 25 minutos começou a cair e aí no segundo gol foi fatal”, relembra o treinador.

Guto Ferreira também esclarece o quanto tem buscado alternativas para o time voltar a ter um bom rendimento. “Em horas dificeis como essa temos que buscar de tudo. Tanto é que procurei não atrapalhar o trabalho da imprensa, com a parte de vídeo, porque precisamos tentar de tudo. Não deu certo. Tenho que trabalhar mais, procurar fazer melhor do que estamos fazendo, chacoalhar o pessoal e botar na cabeça deles que eles conseguem. Se conseguiram no início, eles conseguem agora. E reverter essa situação”, ressalta o treinador, que espera que nos jogos em casa a torcida continue acreditando no potencial da equipe.

 “A torcida pode pressionar e está no direito dela. De preferência após jogo, atuando junto com a equipe durante os 90 minutos. Acreditar que podemos reverter. Ninguém está parado dentro do clube. Lidamos com uma série de situações, mas qualquer coisa que falar agora em termos de desculpa não adianta nada. Temos que reverter lá dentro”, completa.

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS