Guto Ferreira analisa partida diante do Botafogo e considera empate bom resultado devido às dificuldades enfrentadas; equipe se reapresenta nesta segunda

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/Guilherme Dorigatti

 

A equipe da Ponte Preta enfrentou o Botafogo de Ribeirão Preto fora de casa na noite desse domingo (08) e conquistou o empate por 1 a 1 no estádio Santa Cruz com direito a gol de pênalti marcado por Rildo, o primeiro dele nessa nova passagem pela Macaca. O treinador Guto faz uma analise sobre a partida. 

“Foi um jogo trucado e tivemos a competência de não deixá-los chegar muitas vezes e ainda tivemos algumas escapadas sem a competência de marcar. Na segunda etapa adiantamos a marcação para jogar um pouquinho mais a frente com mais chegada com o Roni, que nesse momento ainda só pode jogar por 45 minutos, a equipe cresceu ofensivamente e conseguiu o pênalti sendo mais incisiva. Tomamos o gol logo em seguida e o Botafogo se atirou para tentar o segundo, mas quando fechamos com o Josimar eles não tiveram mais chances e ainda tivemos uma ou outra oportunidade. Em cima de todas as situações saímos com um ponto importante devido a todas as dificuldades.”

O comandante alvinegro explica quais foram essas dificuldades. “O Botafogo está desde dezembro trabalhando e nós tivemos férias porque ficamos disputando o Brasileiro até o final do ano, já nessa semana, jogamos na quinta-feira e eles na terça-feira. Então além deles estarem fisicamente à nossa frente, tiveram dois dias a mais de recuperação, não tivemos nem 72 horas inteiras do término da partida e isso faz diferença nesse momento. Tivemos também uma série de baixas que fizeram com que montássemos uma equipe mais fechada buscando não dar espaço e tentar criar algumas situações”, diz Guto Ferreira.

O treinador faz questão de destacar a importância de somar mais um ponto e de defender a atuação do goleiro Matheus. “Se eu disser que estou chateado vou penalizar um cara que jogou pra caramba na quinta-feira e no domingo de novo fez uma partida estupenda. Ele foi infeliz, mas não devido à qualidade dele, mas porque o campo estava muito difícil de jogar. A batida do adversário foi bem firme e o campo totalmente molhado, o que pode causar o acidente que causou. Eu não levo o sentimento de dois pontos perdidos não, levo o gostinho de um ponto ganho”, garante Guto Ferreira.

Reapresentação:

A equipe alvinegra retorna aos trabalhos já na tarde dessa segunda-feira (09) no Centro de Treinamentos do Jardim Eulina quando realiza treinamento regenerativo para os jogadores que atuaram diante do Botafogo e jogo treino contra o SEV Hortolândia para aqueles atletas que não jogaram no final de semana.

Este será o primeiro trabalho dos comandados de Guto Ferreira visando ao próximo jogo do Campeonato Paulista que está marcado para às 21 horas da quinta-feira (12) no estádio Moisés Lucarelli contra o Marília, pela quarta rodada do estadual.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS